Rede aleluia

Notícias | 12 de setembro de 2019 - 00:05


Cara de pau

Leia a mensagem de hoje do livro “O Pão Nosso para 365 dias”

“Agora, pois, suplicai o favor de Deus, que nos conceda a  Sua graça; mas, com tais ofertas nas vossas mãos, aceitará  Ele a vossa pessoa? – diz o SENHOR dos Exércitos.” (Malaquias 1.9)

Quando chegamos até Deus, vindo dos sofrimentos deste mundo, chegamos esfarrapados, sem nada para entregar além da nossa própria vida podre. A porcaria de vida que tínhamos antes de conhecê-Lo é nossa primeira oferta. Ele aceita a nossa vida, mesmo suja, esfarrapada, podre, desprezível, porque no estado lamentável em que nos encontrávamos, era o melhor que tínhamos para entregar.

No entanto, assim que somos acolhidos, vamos entendendo o que mais temos a ofertar. Oferta é tudo o que fazemos para Deus. Não pode ser qualquer coisa, pois nosso Deus não é qualquer deus. Nossa obediência, nosso trabalho, o relacionamento com a esposa ou com o marido, a honestidade diante dos demais, nossos votos no Altar… ofertamos todos os dias, em todo lugar. Sabendo que somos servos e estamos aqui para servir. Sabendo que tudo é dEle e que nada temos que não possamos oferecer. Sabendo que, se nos entregamos, somos a própria oferta no Altar.

Assim, como alguém pode ter coragem de oferecer qualquer coisa e suplicar o favor de Deus? É muita cara de pau. “Ora, apresenta-o ao teu governador; acaso, terá ele agrado em ti e te será favorável? – diz o SENHOR dos exércitos.” (Malaquias 1.8)

(*) Fonte: livro “O Pão Nosso para 365 dias”, do Bispo Edir Macedo


  • Redação / Getty Images 



reportar erro