Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 14 de fevereiro de 2020 - 12:59


A vida derrotada de Renato se resumia ao vício em maconha

Até que, pela televisão, ele viu testemunhos de pessoas transformando as suas vidas e ganhou forças para tomar uma decisão

Em ruínas, assim estava a vida de Renato. Viciado em cigarro, bebida e maconha, já havia perdido a dignidade e um casamento de oito anos. Tentou parar de usar drogas e, por alguns meses, até conseguiu. Porém, a vontade o venceu e ele caiu novamente. Usava maconha não apenas em casa, mas também para trabalhar.

Renato nunca conseguiu dormir direito. Sofria com insônia e aproveitava as noites em claro, enquanto a sua esposa dormia, para fumar maconha escondido. Nesse ínterim, também assistia televisão, como companhia das madrugadas em que passava acordado.

Um dia, sintonizou na programação da Universal. Assistiu ao programa da “Cura dos Vícios”. Apesar de achar aquilo “uma palhaçada”, diz, e não dar muita importância, continuou assistindo. Ele via os testemunhos de pessoas transformando as suas vidas, sendo curadas e libertas.

Cansado de sofrer, Renato foi ganhando forças. Queria essa mudança para a vida dele. Começou a assistir à programação com frequência. Uma noite, resolveu orar junto com o bispo e, depois, bebeu a água consagrada. Mas, em seguida foi fumar maconha, como fazia de costume.

Porém, dentro dele havia uma luta espiritual – também uma vontade de morrer. Contudo, qual foi a sua surpresa, quando passou a sentir um nojo muito grande da droga e não conseguiu mais usá-la.

Assistindo à programação da Universal, Renato diz que decidiu ir até uma Igreja presencialmente.

Quer saber mais sobre o testemunho? Assista abaixo ao vídeo completo:

A cura dos vícios e uma vida transformada

Se você está cansado de sofrer e de buscar em tantos lugares a cura para os seus vícios, procure hoje mesmo uma Universal mais próxima de sua casa. E tenha a sua vida transformada.

Se preferir, a Universal oferece apoio a todos os dependentes químicos e seus familiares. Saiba mais sobre o Tratamento Para a Cura dos Vícios.


  • Redação / Foto: Reprodução 


reportar erro