Rede aleluia
Falso: Bispo Macedo pediu o auxílio emergencial de R$ 600
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Mitos e Verdades | 7 de julho de 2020 - 18:12


Falso: Bispo Macedo pediu o auxílio emergencial de R$ 600

Falso: Bispo Macedo pediu o auxílio emergencial de R$ 600

Mito​: Um site de fofocas informou que, de acordo com ”fontes do DataPrev” — Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência –, consta “na lista de pedidos para receber os R$ 600”, o nome do Bispo Edir Macedo.

O auxílio emergencial é um benefício destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, criado pelo Governo Federal para fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia da Covid-19.

De acordo com o site, “o requerimento foi feito no dia 28 de junho e recebido pelo DataPrev um dia depois, 29. O status do pedido consta ‘em processamento’, ou seja, ainda será analisado”.

Verdade​: Ou se trata de um golpe aplicado por estelionatários contra o Governo, ou é mais uma fake news criada para atacar o líder espiritual da Igreja Universal do Reino de Deus.

A imprensa tem noticiado inúmeros casos do uso indevido de dados de pessoas públicas para cadastrar pedidos do auxílio. As autoridades serão informadas para que os autores deste crime sejam localizados e punidos.

O fato é que a Universal tem ajudado milhões de brasileiros atingidos pela crise econômica e social provocada pelo novo coronavírus, que perderam renda em decorrência da quarentena e do isolamento social. Clique aqui e saiba mais.

Para colaborar com a ajuda humanitária aos brasileiros que passam necessidade neste momento, leve a um templo da Universal sua doação de alimentos não perecíveis e produtos de higiene e limpeza. Clique aqui para localizar o endereço mais próximo.

Se você se deparar com uma notícia falsa sobre a Universal, denuncie para unicom@universal.org.br​ . E não se esqueça que quem compartilha fake news, também pode responder na Justiça.

Imagem: Agência Brasil


reportar erro