Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Veja como é possível vencer a dor da perda

Depois de muito sofrimento busquei a ajuda de Deus, me entreguei a Ele e minha vida começou a ser reconstruída.

Me casei com homem de Deus, tive meu filho e éramos uma família feliz. Com o passar do tempo meu filho foi crescendo e tudo estava bem, até que um dia ele teve um problema de saúde. Orei e busquei mais a Deus, fiz correntes, sacrifiquei e acreditava que o milagre iria acontecer, mas nem sempre é como queremos. Com essa situação aprendi a orar para prevalecer à vontade de Deus e não a minha. E assim o fiz, orei e entreguei o meu filho nas mãos de Deus, porque sabia que com Deus ele estaria seguro. Porém, mesmo agindo assim, o meu filho faleceu.

Não foi fácil, tive muitos conflitos e naquele momento não entendia e perguntava para Deus o porquê, se eu havia feito de tudo! eu chorava e falava do meu problema com todos, mas ninguém conseguia me ajudar. Estava rodeada de pessoas, mas ninguém conseguia entender a dor que eu estava sentido. Me sentia sozinha e parecia que todos haviam me abandonado, mas Deus permitiu para eu entendesse que deveria ficar totalmente na dependência Dele, para orar e buscar mais, e dessa vez por mim.
Percebi que só Deus poderia me ajudar naquele momento e me entreguei totalmente a Ele; além de orar e buscar mais a Deus, passei a ler mais a Bíblia e fui evangelizar.
Foi ai que Deus me mostrou a necessidade das pessoas, vi quantas pessoas estavam sofrendo e tendo a possibilidade de mudar, decidi fazer algo por elas, nasceu dentro de mim a vontade de falar de Jesus para as pessoas.
Fui para os asilos e para as ruas falar de Jesus. Deus me usou muito e renovei minhas forças ajudando outras pessoas que precisavam.
Embora a dor da saudade exista, dentro de mim há uma certeza que Deus sabe o que faz e que meu filho está com Ele, salvo e isso me traz paz.
Hoje entendo o plano de Deus na minha vida, e nós ficarmos olhando para os problemas, alimentando nossos pensamentos, vamos afundar com eles.

Você mulher que está passando um conflito, talvez um pensamento que você ainda não conseguiu vencer, eu venci e você também pode! Quando vier um pensamento ruim, pense nos momentos bons que você passou e vai passar, e assim você vai conseguir!

Mães – Lucineia Ferreira Santana Santos

Colaborou – Projeto Mães em Oração Goiânia


reportar erro