O que está por trás dos doces de Cosme e Damião


Por Por Jeane Vidal / Foto: iStock

Os dias 26 e 27 de setembro são as datas designadas por algumas religiões para celebrar o dia de Cosme e Damião. Mas é importante saber o que está realmente por trás de tal celebração.

De acordo com estudos, na época da escravatura no Brasil, para enganar os senhores de engenho – que não se agradavam dos seus deuses -, os escravos começaram a associar os santos da Igreja Católica aos orixás que eles cultuavam –  o chamado sincretismo religioso.

Foi assim que os orixás ibejis ou erês, considerados pelas religiões espíritas os protetores das crianças – por isso o costume de distribuir doces e guloseimas –  foram associados aos santos católicos Cosme e Damião, que são tidos como padroeiros dos farmacêuticos, dos médicos e das faculdades de medicina.

Os gêmeos nasceram na região da Arábia, por volta do ano 260 d.C. Pertenciam a uma família cristã e, desde muito jovens, demonstravam vocação para a medicina, profissão que passaram a exercer logo após terem estudado e se formado na Síria.

A fama dos dois médicos começou a incomodar as autoridades da época e, por volta dos anos 300 d.C., o então imperador romano Diocleciano ordenou a perseguição aos cristãos.

Acusados da prática de feitiçaria e de usar meios diabólicos para realizar curas, eles foram torturados para que negassem a fé e se curvassem aos deuses romanos. Mas resistiram e três anos depois foram decapitados.

Dois séculos depois de suas mortes, para homenageá-los, foi construída uma igreja em Constantinopla, cuja consagração aconteceu num dia 26 de setembro. Desde então, o dia de Cosme e Damião é celebrado nessa data pelos católicos.

Nas religiões afro-brasileiras, a comemoração é feita no dia 27 de setembro, pois é a data que acontece a festa dos erês, entidade associada aos irmãos.

O que a Palavra de Deus orienta

O fato é que tanto a idolatria quanto a feitiçaria, o ocultismo, o culto aos mortos e as práticas semelhantes são condenadas por Deus e todos aqueles que as realizam atraem maldição para si e para os seus descendentes.

Porquanto trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram objetos e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre.  Romanos 1.25

Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da prostituição, das quais coisas bem fazeis se vos guardardes. Bem vos vá. Atos 15.29

Sendo assim, uma vez que um doce ou qualquer outro tipo de alimento seja consagrado aos ídolos, é importante que aquele que crê no Deus Vivo não coma nem deixe que outras pessoas, em especial as crianças, se alimentem dele. Pois, como a própria Bíblia alerta, quem assim age, evita a ação do mal em sua vida.

Bênção para os filhos

No próximo domingo, dia 30 de setembro, em todos os templos da Universal, haverá a bênção especial para os filhos com a imposição de mãos. Traga os seus filhos para que estejam protegidos de toda influência maligna que ronda o fim do mês de setembro. Consulte aqui o endereço mais próximo de sua casa.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O que está por trás dos doces de Cosme e Damião

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games