Fim do Jejum de Daniel: a bênção ministrada direto do Hermom

Bispo Edir Macedo vai ao Monte Hermon ministrar a descida do Espírito de Deus. Saiba Mais


Por Rafaela Dias / Fotos: Demetrio Koch

Durante 21 dias, pessoas que desejavam receber o Espírito Santo ou almejavam ter a fé renovada se abstiveram de informações seculares e se dedicaram ao Jejum de Daniel. O propósito chegou ao fim neste domingo (26) com a ministração da bênção pelo Bispo Edir Macedo, ao lado de mais 6 bispos, direto do Monte Hermom, em Israel. Mesmo diante do frio e da ventania que faziam no alto do monte, pontualmente, às 10h, os bispos entraram ao vivo e o momento foi transmitido para todos os templos da Universal espalhados no mundo.

“Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união” (Salmos 133: 1)

O Bispo Edir Macedo leu o versículo acima e esclareceu que a união é um dos sinais do Espírito Santo na igreja. “A igreja não pode viver em contenda. Quem tem a unção e está inserido no Corpo de Cristo, jamais viverá em desunião com as pessoas”, ensinou.

Ele também enfatizou que, apesar de estar em união com os irmãos, ao receber o Espírito Santo, a pessoa vai enfrentar problemas. “Você não vai viver em um ‘mar de rosas’, mas terá forças para vencer o inferno e o pecado. E depois de vencer cada batalha, terá o gozo do Espírito Santo”, disse.

 “É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes.Salmos 133:2

De acordo com o Bispo Macedo, o óleo que desceu sobre a cabeça de Arão era o Espírito Santo. Para exemplificar, durante a cerimônia, o Bispo Clodomir Santos estava caracterizado de Sumo Sacerdote, representando Arão, enquanto o Bispo Carlos Alberto da Silva derramava o óleo em sua cabeça.

O óleo, derramado na cabeça do Bispo Clodomir, será distribuído gratuitamente em todos os templos da Universal.

O Espírito Santo no ser humano

Grasielli Souza, de 18 anos (foto ao lado), saiu da cidade de Coronel João Pessoa, no Rio Grande do Norte, e enfrentou mais de 10 horas de viagem para participar da cerimônia no Templo de Salomão. Somente da sua cidade para a capital, Natal, foram 7 horas gastas na estrada. Depois, de Natal para São Paulo, mais 3 horas de avião. Apesar do sacrifício, ela considera todo esforço válido, pois, antes de receber o Espírito Santo, ela era depressiva e não tinha motivos para viver.

“Eu chorava durante as madrugadas sem nem ter acontecido nada. Eu achava que ninguém me amava, tinha complexos de inferioridade e achava que nunca seria feliz”, lembra a jovem.

Porém, esses sentimentos mudaram após ter recebido o Espírito Santo. Ela também aproveitou os 21 dias do Jejum de Daniel para se renovar.

“O dia que eu recebi o Espírito Santo foi o dia mais feliz da minha vida. Mas hoje, quando o Bispo ministrou a bênção do Hermom, me senti renovada. Fiquei longe da internet, e as pessoas me questionavam o motivo pelo qual eu não estava respondendo as mensagens, mas era porque eu queria me separar para Deus. Hoje, vejo o quanto valeu a pena”, concluiu ela.

O Espírito Santo e o amor ao próximo

Após a cerimônia de derramamento do Espírito Santo, o Bispo Renato Cardoso prosseguiu a reunião no Templo de Salomão. Ele destacou que, ao receber o Espírito do Altíssimo, o ser humano deve ter a consciência das primícias. Ele explicou que, no passado, o Sacerdote tinha o óleo derramado em sua cabeça simbolizando que Deus estava em primeiro lugar, e isso o tornava separado para Ele. O mesmo acontece nos dias de hoje. O Senhor Jesus fez do ser humano sacerdócio real. Um povo separado para Ele. “Quando você honra a Deus, está colocando-O em primeiro lugar em sua vida e, consequentemente, Ele lhe dá autoridade para determinar que as coisas aconteçam”, afirmou.

Mas ainda de acordo com o Bispo, as primícias são apenas a primeira consequência do derramamento do Espírito Santo. A segunda é a vontade de ajudar outras pessoas. Para destrinchar o assunto ele fez analogia a um afogamento.

Em um grupo que esteja se afogando em alto mar é comum que o primeiro a ser salvo volte para resgatar aos outros. “Temos que ajudar as pessoas que estão vivendo sob uma maldição. Às vezes, você vê pessoas bilionárias que têm tudo, mas o descanso, que é dom de Deus, a pessoa não tem”, destacou.

Por isso, entre os dias 2 e 9 de setembro, as pessoas que são batizadas com o Espírito Santo vão se empenhar a fim de ajudar ao próximo. “Serão sete dias de trabalho para ajudar as pessoas. Quem é de Deus tem a obrigação de ajudar outras pessoas”, concluiu o Bispo.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Fim do Jejum de Daniel: a bênção ministrada direto do Hermom

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games