Rede aleluia
Em Moçambique: dignidade chega às pessoas que trabalham no lixão
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 22 de Outubro de 2021 - 17:27


Em Moçambique: dignidade chega às pessoas que trabalham no lixão

Voluntários da Universal promoveram ação em lixeira de Motala, capital de Maputo. Saiba mais

Em Moçambique: dignidade chega às pessoas que trabalham no lixão

Recentemente, o Unisocial, por meio de diversos grupos da Universal, estiveram presentes no lixão municipal de Malhampsene, em Matola, capital da província de Maputo, em Moçambique, nação do sul da África.

No dia, cerca de 150 voluntários se reuniram no local, pela primeira vez, para distribuir refeições às pessoas, entre eles, crianças e adultos, que trabalham recolhendo recicláveis. Na oportunidade, também houve a entrega de kits de higiene pessoal, com máscaras e sabão, em combate à Covid-19. Durante a visita, o Unisocial se preocupou, acima de tudo, em levar dignidade às pessoas que estavam por lá.

Leia também: 2 toneladas de alimentos foram arrecadadas em Manica

Mais de 350 pessoas foram alcançadas durantes as três horas de ação. Para prestigiar o momento, estiveram presentes a vereadora local, Florência Muianga, que fez questão de agradecer a iniciativa. Além dela, também participou da ação o diretor do Conselho Municipal da cidade, João Agostinho Mucavele, que falou a todos sobre a importância da conservação do meio ambiente e, em seguida, convidou os trabalhadores presentes para uma ação diferente: uma plantação de diversas mudas de árvores.

Ainda durante a ação, houve uma apresentação de canto, que levou alegria a essas pessoas que estão diariamente na lixeira para buscar sustento às suas famílias e que, muitas vezes, se sentem esquecidos. Além da ajuda física, as pessoas presentes foram beneficiadas com uma oração em favor de suas vidas. O resultado do dia foi positivo e superou as expectativas da ação.

Eles são essenciais

De acordo com o Pastor Obadias Chivite (foto ao lado), responsável pelo grupo de Evangelização em Moçambique e que esteve presente, o objetivo do dia foi ganhar almas e levar uma palavra de esperança, fazendo com que cada um percebesse a importância do trabalho que fazem à sociedade, mostrando o seu valor.

“Muitas vezes, eles acham que o trabalho deles não têm importância. Porém, a reciclagem e a conservação do meio ambiente é um trabalho digno, como qualquer outro. Por isso, levamos a eles essa motivação”, comentou o Pastor.

Seja um voluntário. Procure aqui o endereço de uma Universal mais próxima e se informe.


Em Moçambique: dignidade chega às pessoas que trabalham no lixão
  • Débora Picelli / Fotos: Cedidas pela Universal de Maputo 


reportar erro