Rede aleluia
Maleabilidade
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Maleabilidade

Não temos que nos deformar, mas sim nos transformar para expelir os abalos desta vida.

Maleabilidade

“Preparar prédios para sismos depende de ​aumentar sua resistência e flexibilidade​. Um edifício feito de materiais fracos não resiste a terremotos, e um muito rígido não é capaz de se deformar para absorver os movimentos do solo.” Professor Jean Vitor

A citação acima consegue resumir como devemos construir nossa vida, nossa casa e nossos relacionamentos. Os problemas sempre virão para todos – e pode acontecer, como agora, de todos enfrentarmos um mesmo problema – e serão muito úteis para que você faça uma análise e descubra de que “material” está feito, e onde construiu a sua estrutura.

Você que tem buscado durante anos o equilíbrio, e lutado para construir uma família, deve ter percebido que é um terreno cheio de variações – e os problemas se agravam quando queremos que todos correspondam de uma mesma maneira. Quem tem mais de um filho entende bem do que estou falando. Mas existem normas que são fundamentais para toda construção:

Os princípios básicos de ​caráter e moral​ funcionam para todos (e esse será o “alicerce” que usaremos na nossa construção diária) mas agora você já sabe que a maneira de lidar com cada um de seus filhos não será a mesma – uns precisam de mais dedicação e disciplina, outros aprendem mais rápido; uns são mais carentes, outros mais resolvidos e independentes. Isso requer uma maleabilidade, não só com seus filhos, mas em todos seus relacionamentos – principalmente com Deus.

Se você é do tipo – “Eu sou assim” (no popular: pau que nasce torto nunca se endireita) certamente acabará quebrada, e os terremotos seguirão abalando e destruído sua estrutura inflexível.

Não temos que nos deformar, mas sim nos transformar para expelir os abalos desta vida.

Você é livre para seguir fazendo tudo à sua maneira, mas quem insiste em preservar o “seu jeito” acaba nunca experimentando a vontade de Deus. E te garanto que ela é muito melhor que a nossa!

Para encerrar, deixo aqui 4 dicas básicas, para quem quer permanecer com a casa de pé:

  • ●  Fixar o  prédio em uma fundação resistente – impede o deslizamento: Se você constrói sobre a Rocha=Jesus você vive sem medo. Ele dá o equilíbrio necessário para seguir construído de maneira correta.
  • ●  Reduzir os tamanhos das janelas e portas–São os meios de entrada e saída da sua vida: Fica a dica! Os sentimentos são uma porta gigantesca, e sem fechadura, que acabam diminuindo a sua “proteção”. Diminuir e filtrar sentimentos, aumenta a resistências das suas paredes.
  • ●  Fixar muito bem as partes umas às outras – para que funcionem como uma unidade, quando atingida por um tremor: Que lindo! Já ouviu falar que ‘A união faz a força’? Isso distribui e expele a força do impacto. Para a família que está unida, problemas não separam, mas unem as forças.
  • ●  Usar materiais flexíveis – que possam se transformar de modo ilimitado, sem quebrar: Falou tudo! Sabe onde comprar? Diretamente do Construtor. Ele dá Seu Espírito que fornece todo material necessário, e também nos guia, auxilia e molda.

    Só a título de informação: Um dos materiais mais maleáveis da natureza, também é um dos mais preciosos – o ouro. Mesmo sendo resistente, ele aceita ser moldado às mais altas temperaturas.


  • Colaborador: 

  • Conselheiras do Projeto Escola de Mães


reportar erro