Rede aleluia
Universal processa ‘O Globo’, colunista e site de fofocas por fake news
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 28 de março de 2019 - 21:30


Universal processa ‘O Globo’, colunista e site de fofocas por fake news

Jornalista afirmou que Igreja vende vagas para atores de novelas da RecordTV

Universal processa ‘O Globo’, colunista e site de fofocas por fake news

A Igreja Universal do Reino de Deus processará judicialmente a colunista do jornal “O Globo” Patrícia Kogut, além do próprio veículo. Em sua coluna desta quinta-feira (28), a jornalista acusou a Universal de vender vagas para atores que desejam participar de novelas da Record TV.

Na fake news publicada pelo jornal carioca, a jornalista escreveu que a Universal consegue colocações no elenco da dramaturgia da Record TV, a “jovens atores aspirantes cujos pais contribuem com dízimo mais gordo”.

Trata-se de uma gravíssima e irresponsável acusação, sobre a qual Patrícia Kogut não apresenta um nome, uma prova, ou uma testemunha.

Além da ousadia de espalhar uma mentira em um dos jornais de maior circulação no país, a colunista sequer procurou a Igreja para apurar a fofoca que, supostamente, ouviu.

Em nota encaminhada à direção do jornal, a Igreja repudiou o ataque promovido por Kogut , e exigiu que ela se retrate pela mentira publicada, “em igual espaço e destaque reservado ao texto original, nas versões impressa e online”. A Universal também avisou o veículo que “processos judiciais serão abertos”

Além do Globo, o site de fofocas “TV Foco” também espalhou a fake news. O veículo foi igualmente alertado que o caso será levado ao Judiciário.


Universal processa ‘O Globo’, colunista e site de fofocas por fake news
  • Unicom  


reportar erro