Rede aleluia

Notícias | 6 de outubro de 2019 - 00:05


O valor do caráter

O tema foi abordado no encontro mensal para homens

Imagine a seguinte situação: o homem rouba dinheiro da empresa em que trabalha, mente para familiares e amigos, faz planos imorais para se dar bem, é egoísta e flerta com várias mulheres ao mesmo tempo. Com base nisso, você deve ter percebido que está diante de um sujeito mau-caráter. E esse tipo de pessoa, além de viver uma infelicidade constante e ter perturbação espiritual, não é digna de ter a confiança de ninguém. Afinal, quem em sã consciência aceita conviver com alguém que pode lhe apunhalar pelas costas a qualquer momento?

Esse tema fez parte da reunião especial para homens realizada no dia 21 de setembro na Universal de todo o País. Na Catedral do Brás, em São Paulo, o encontro foi conduzido pelo Bispo Allan Sena. Ele explicou a importância do caráter e suas consequências na vida do homem.

“O homem de caráter é de respeito e, além disso, é leal. Um homem de bom caráter é como um edifício bem construído: são seus valores que dão estrutura e firmeza para as adversidades. Ele está sustentado pela obediência à Palavra de Deus”, disse.

Qual é a sua conduta?

Durante a palestra, os participantes foram convidados a fazer uma autoavaliação de suas condutas. “O diabo coloca na cabeça de um homem que não tem mais jeito. Então, ele se rende e, a partir do momento que isso acontece, ele abre a porta para o mal concretizar seus planos na vida dele. Ou seja: matar, roubar e destruir. É por isso que o homem tem que tomar muito cuidado com os pensamentos que coloca em si mesmo”, orientou o Bispo Allan.

Em outras palavras, o problema acontece quando não avaliamos a qualidade do nosso caráter e de nossas atitudes. Além disso, não podemos nos esquecer que, em última instância, estamos pecando contra Deus e, quando morrermos e deixarmos este mundo, teremos de prestar contas a Ele em relação ao que fizemos em vida.

“Quando um homem é comprometido com a prática do engano precisa de uma intervenção urgente. Quem lhe garante que você chegará em casa hoje ou que amanhã você abrirá os seus olhos? Quando a morte chega, não adianta nada e cedo ou tarde isso acontecerá. Hoje, pode ser a nossa última chance de nos arrependermos. Talvez sua preocupação tenha sido com o dinheiro e tudo mais, menos com o destino da sua alma”, alertou o Bispo Allan.

Qual é o próximo passo?
Pode ser que neste momento você esteja se perguntando: “entendi, eu estou errado, mas o que preciso fazer para me consertar?” A resposta para esta pergunta também foi dada pelo palestrante: “arrependa-se, limpe-se e confesse os seus erros a Deus”.

Ao final da palestra, todos foram convidados a fazer uma oração e clamar pelo perdão do Senhor Jesus.


  • Daniel Cruz / Fotos: Demétrio Koch 


reportar erro