Rede aleluia

Notícias | 3 de maio de 2019 - 13:28


Em 2015, obesidade matou mais do que acidente de carro, terrorismo e Alzheimer

Vários grupos da Universal estimulam pessoas de todos os sexos e idades a fazer algo pela saúde. Saiba mais

A obesidade já faz parte da lista das chamadas doenças do século. Da mesma forma que a depressão, ansiedade, entre outras, a obesidade atinge milhões de pessoas em todo o mundo. Dos países ricos aos mais pobres, homens e mulheres, adultos e crianças, sofrem com o problema.

De acordo com um estudo conduzido por um grupo global de pesquisadores, financiados pela Fundação Bill e Melinda Gates, estima-se que atualmente 10% da população global seja obesa. O número chega a um total de 107,7 milhões de crianças e 603,7 milhões de adultos.

Pesquisas igualmente apontam que, em 2015, 4 milhões de pessoas morreram por conta do sobrepeso — ou, 7% de todas as mortes. O número chega a ser maior do que as mortes causadas por acidente de carro, Alzheimer e terrorismo juntas.

Efeito devastador

De acordo com a nutricionista Ana Kátia Rakovicius, o que faz a obesidade mortal é o número de complicações graves que ela causa. “Pode trazer doenças como diabetes, infarto, AVC, hipertensão, intolerância à glicose, entre outros”.

Ela acrescenta que vários fatores são responsáveis pelo aparecimento da obesidade, como consumo excessivo de calorias e o sedentarismo. Ambos tem impacto direto no desenvolvimento da doença.

“Temos que tomar muito cuidado com as tecnologias na execução de tarefas cotidianas. Como uso de elevadores e escadas rolantes, uso excessivo de computadores e televisão”, comenta.

Não fique parado!

Ana também informa que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a quantidade de atividade física ideal de acordo com a idade, tipo e intensidade para prevenção de doenças crônicas e promoção da saúde.

“Para pessoas de 18 a 64 anos, é no mínimo, por semana, 150 minutos de exercícios aeróbicos de intensidade moderada. Ou 75 minutos de exercícios aeróbicos intensos. Para crianças de 5 a 17 anos, o ideal é mais de 60 minutos de exercícios aeróbicos moderados e intensos por semana”, diz.

Vários grupos da Universal estimulam pessoas de todos os sexos e idades a fazer algo pela sua saúde, principalmente no que diz respeito aos exercícios físicos. Para os homens, o Projeto Intellimen sugere uma série de desafios que os ajudam a tomar iniciativa para conquistar hábitos saudáveis. Entre eles, incluir a atividade física no dia a dia.

Leia mais: Sedentarismo é pior do que tabagismo

Já o Projeto Calebe atua para trazer a qualidade de vida para a melhor idade em todo o mundo. Nele, idosos podem participar de aulas de alongamento, ginástica e até pilates. Veja mais ações do grupo aqui.

A Força Jovem Universal (FJU), por meio do Projeto Esportes, oferece práticas esportivas, gratuitas, para todos os gostos. Futebol, artes marciais, vôlei, atletismo, basquete, entre outras. A FJU está presente em todo o Brasil.

Vá até a Universal mais próxima para ter informações do que o grupo realiza na sua região.


  • Rafaella Rizzo / Fotos: iStock 


reportar erro