Rede aleluia
Confie em Deus nas adversidades
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 21 de Fevereiro de 2021 - 00:05


Confie em Deus nas adversidades

Compreenda o caminho para ter paz, mesmo diante de problemas, com o apoio da Fé

Confie em Deus nas adversidades

É fácil confiar em Deus quando está tudo bem, ou seja, quando todas as coisas estão conforme o esperado. Mas e nos dias maus, que vêm para todos, aqueles dias em que situações inesperadas nos afetam fugindo do nosso controle, a exemplo da perda do emprego, o diagnóstico de uma doença ou uma notícia ruim? Como você reage a esses dias? Se abala temendo o pior, perde a paz e o sono ou leva a situação para Deus, em oração, e fica em paz confiando nEle?

Em uma meditação disponível no Univer Vídeo, a palestrante Ester Bezerra falou da importância de ter confiança em Deus e ter como base o maior referencial da Fé bíblica: Abraão. A meditação foi sobre o livro de Gênesis 20.1-18 e abordou a parte da trajetória de Abraão em que ele e sua esposa são atingidos por uma situação inesperada. “E havendo Abraão dito de Sara, sua mulher: É minha irmã; enviou Abimeleque, rei de Gerar, e tomou a Sara. Deus, porém, veio a Abimeleque em sonhos de noite, e disse-lhe: Eis que morto serás por causa da mulher que tomaste; porque ela tem marido. Mas Abimeleque ainda não se tinha chegado a ela; por isso disse: Senhor, matarás também uma nação justa? Não me disse ele mesmo: É minha irmã? E ela também disse: É meu irmão. Em sinceridade do coração e em pureza das minhas mãos tenho feito isto. E disse-lhe Deus em sonhos: Bem sei eu que na sinceridade do teu coração fizeste isto; e também eu te tenho impedido de pecar contra mim; por isso não te permiti tocá-la. Agora, pois, restitui a mulher ao seu marido, porque profeta é, e rogará por ti, para que vivas; porém se não lha restituíres, sabe que certamente morrerás, tu e tudo o que é teu.” ( Gênesis 20.1-7).

Por medo da violência dos homens daquela época, Abraão disse que Sara era sua irmã e ocultou que ela era sua esposa. Assim, ela foi tomada para ser mulher do rei Abimeleque. Imagine a confusão. Abraão certamente se viu sem saída, em uma situação inesperada, mas ele creu que Deus agiria a seu favor.

É assim que reage a pessoa que tem a vida com Deus: nos momentos mais difíceis, ela sabe de onde virá o seu socorro e não se desespera, afirmou Ester Bezerra. “A pessoa que é de Deus tem essa proteção e coisas ruins não a alcançam porque ela serve a Deus. Mas, para isso, ela precisa realmente servir a Deus, ter o Espírito Santo, o Protetor, o Guarda de Israel. Em muitas situações você se pergunta ‘como vou sair dessa?’ e ora pedindo para que Deus coloque a mão dEle. Quem tem essa intimidade com Deus, um relacionamento diário com Ele, leva tudo o que acontece para Ele e já vê uma saída. Imagine o que passou na cabeça de Abraão ao ver sua mulher sendo levada pelo rei. E você, como reagiria em uma situação dessas?”, questionou.

Na meditação, ela ainda enfatizou que a Bíblia não narra nada do que Abraão pensou naquele momento, nem sobre sua reação, mas com certeza ele teve paz porque confiava de fato em Deus e sabia que Ele traria a solução. “É nos momentos de apuros e quando se sentir sem saída que você deve confiar em Deus. Você deve orar a Deus não gritando nem chorando ou se descabelando. A pessoa que confia em Deus está o tempo todo confiando e esperando que Ele fará algo a respeito. E não fica questionando o porquê de Deus ter permitido isso ou aquilo, mas pede a Ele uma saída”, alertou.

A paz ao seu alcance
Amiga leitora, busque essa intimidade com Deus em oração, seja sincera, conte para Ele os seus medos, suas fragilidades, as situações do seu dia a dia e peça ajuda confiando que Ele recebe cada palavra de sua oração. Tenha Deus em primeiro lugar, assim como fez Abraão, e Ele abençoará os que a abençoarem e amaldiçoará os que a amaldiçoarem, como Ele prometeu a Abraão. A promessa é válida para todos que se apossam e vivem pela Fé.
Situações difíceis podem até alcançar você, mas o Próprio Deus passará contigo por todas elas. Com Ele, a paz de espírito e a solução para qualquer problema são garantidos.


Confie em Deus nas adversidades
  • Kelly Lopes / Fotos: Getty Images 


reportar erro