Rede aleluia

Notícias | 29 de abril de 2019 - 10:38


Como superar o transtorno que já atinge mais as mulheres do que os homens

Talvez, a razão pela qual mulheres sofram mais com o transtorno esteja na pressão que recebem

Constantemente, a ansiedade é pauta de discussões. Uma em cada três pessoa, no mundo, sofre de transtornos psicológicos, como a ansiedade. O dado é da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Entre as mulheres, o número também é alarmante: 42% delas sofrem com o transtorno, enquanto entre os homens, o número cai para 29%.

Talvez, a razão pela qual mulheres sofram mais com o transtorno esteja na pressão que recebem. Diariamente, são instigadas a estarem sempre antenadas nas tendências de moda, inseridas e bem posicionadas no mercado de trabalho, além de também dar conta dos afazeres de casa, marido e filhos.

A reunião especial para mulheres, do Godllywood Autoajuda, que aconteceu no último sábado, 27 de abril, no Templo de Salomão, em São Paulo, tratou sobre o assunto e o universo feminino.

A reunião foi realizada pelo Bispo Edir Macedo. O Templo, na capital paulista, estava cheio e a transmissão foi feita por videoconferência nas principais sedes da Universal espalhadas pelo Brasil.

Durante o encontro, o Bispo esclareceu que a razão pela qual muitas mulheres sofrem com a ansiedade é a falta da presença do Espírito de Deus em suas vidas.

Não andeis ansiosos

“Quando a pessoa não tem o Espírito Santo, ela é ansiosa, problemática e infeliz, mesmo que tenha o mundo aos seus pés”, destacou o Bispo.

Ele baseou seus aconselhamentos nas palavras do Senhor Jesus, quando Ele ensinava sobre as ansiedades.

“Por isso vos digo: Não andeis ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?.” Mateus 6:25

Para ele, muitas mulheres têm se preocupado com suas vestimentas, esquecendo-se do mais importante: suas almas.

“A mídia oferece um bilhão de escolhas para você. O mundo oferece tudo e, normalmente, a pessoa fica correndo atrás da roupa e não dá a mínima ao corpo, que é a alma”, pontuou o Bispo. Ele também acredita que a ansiedade seja um mal espiritual.

“Ou seja, um espírito que não deixa a pessoa ficar sossegada. Contudo, é um espírito sutil, o caminho do fracasso e a porta para a depressão”, alertou.

Ele ainda ressaltou a todas presentes que o próprio Senhor Jesus, no mesmo texto citado acima, também esclareceu que Deus conhece todas as necessidades do ser humano. Todavia, há uma ordem correta para as coisas acontecerem.

“Porque todas estas coisas os gentios procuram. Decerto vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Mateus 6: 32-33

“Quem tem o Espírito de Deus é cuidado por Ele. Mesmo passando por dificuldades e tribulações, elas são para seu bem. Mas quando você não O tem, se torna uma pessoa instável, insegura e desequilibrada”, esclareceu o Bispo Macedo. 

Medicamentos para ansiedade

A agente de saúde, Juliana Siqueira da Silva, de 32 anos, participou da reunião, no Templo de Salomão. Ela revelou que, por muito tempo, foi refém da ansiedade em decorrência do trabalho.

“Eu queria fazer tudo e mostrar meu trabalho, mas quando eu vi, estava ansiosa demais. Cheguei ao ponto de uma médica, onde eu trabalho, dizer que eu teria que começar a tomar medicamentos para a ansiedade”, lembrou.

Quando Juliana se viu em uma situação onde teria que tomar remédios para controlar o problema vivido, sua fé foi despertada novamente. “Como eu, com o Espírito Santo, poderia aceitar ser refém da ansiedade? Então, eu comecei a analisar a minha vida e ser menos inquieta, aprender a não ter ansiedade”, destacou.

Juliana, no entanto, diz que o mesmo trabalho que despertou a ansiedade nela, também a ajudou a ter os olhos abertos para o problema que estava enfrentando. “Eu trabalho com saúde pública. Vejo muitas pessoas tomando medicamentos para controlar ansiedade e eu não queria ser refém disso”, relatou.

Depois de ter conseguido superar as ansiedades, Juliana garante ter conseguido, principalmente, ver o lado bom de tudo. “Aprendi a ter um olhar diferente para a minha vida e o meu cotidiano. Mas isso somente foi e tem sido possível, porque sigo a direção da Palavra de Deus”, celebrou.

Ainda durante a reunião, o Bispo Edir Macedo reiterou que apenas com o Espírito Santo é possível vencer, sobretudo, as inquietações da alma.

“Quando você olhar para a sua vida, verá que não está sozinha. Então, não haverá razão para ter ansiedade. Mas para receber o Espírito de Deus é preciso entregar sua vida para Ele”, concluiu o Bispo Macedo, chamando à frente as mulheres que desejavam entregar suas vidas ao Senhor Jesus e, em seguida, buscou o Espírito Santo com todas.


  • Rafaela Dias / Fotos: Demetrio Koch 



reportar erro