Rede aleluia

Notícias | 24 de agosto de 2018 - 00:05


A Divina conexão de corpos

A junção de dois corpos no ápice da intimidade de toques e carícias, chamada de ato sexual, tem sido um assunto que até criança já pensa saber do que se trata. Os adultos, por sua vez, nem imaginam que não estão em situação diferente dos pequeninos, quando se trata de saber sobre isso na sua real essência, função e intenção criacional.

Por essa razão, o homem (1) deixará pai e mãe e se (2) unirá à sua mulher, e eles se (3) tornarão uma só carne. Gênesis 2:24

Lendo, meditando e pesando o significado de cada palavra dessa mensagem, logo vemos que existe uma ordem de 1, 2 e 3 passos, e cada uma dessas etapas é como um mapa do tesouro que nos conduzirá à mina escondida repleta de ouro reluzente. É exatamente isso, o sexo não foi criado para ser grátis, free, gratuits, e tampouco se deve pagar um valor monetário por ele. Nada disso!

Para descomplicar, vamos entender a razão da existência desse ato de extrema intimidade entre duas, veja bem, eu disse DUAS pessoas e não três, quatro ou dez, apenas duas pessoas okay? O Altíssimo Deus criou o homem com uma capacidade de conexão com o seu Criador. Essa forma de conexão se chama fé, e esta teria seu lugar no intelecto do homem. Dessa forma, cada vez que o homem desejasse, poderia se conectar com o Altíssimo chegando até o ápice de tal conexão que é Deus na pessoa do Espírito Santo penetrando nosso ser e fazendo ali morada fixa, porém, condicionada à nossa fidelidade. Isso acontece quando oramos em espírito (concentração) e em verdade (sinceridade). Esse momento exige privacidade e, ainda que estejamos na igreja com centenas de pessoas ao nosso redor ou sozinhos, essa privacidade existe quando somente eu expresso o que desejo e somente Ele responde. Ninguém mais poderá fazer isso, apenas você e Deus o farão, e esse ato de conectar-me com Deus me torna cada vez mais um com Ele. E quanto mais me conecto, mais íntima dEle me torno.

Que tal imaginarmos a figura masculina e feminina representando Deus e o ser humano citados no exemplo acima? É bem isso, Deus fez homem e mulher para, depois de seguidos os passos citados em Gênesis 2:24, pudessem também se conectar entre si, sempre, sempre e sempre… e isso deveria torná-los cada vez mais íntimos, mais fortes, mais cúmplices, mais parecidos e tão envolvidos que mais se parecessem a mesma pessoa em uma. Lindo não é verdade?

E, por essa razão, os corpos também foram feitos com capacidade de conectar-se entre si, tudo se encaixa perfeitamente onde foi feito para se encaixar, sem barreiras, sem sujeiras, sem dor, tudo na mais perfeita harmonia…

Então, até aqui, você já deve ter percebido que o ato sexual não foi idealizado para ser casual, descompromissado, por instinto, sujo, com telespectadores, egoísta, violento, sem consentimento e tampouco fora do contexto do casamento. Pois, assim como nós temos que assumir um compromisso com Deus para depois podermos desfrutar do Seu Espírito, também deve existir o casamento entre homem e mulher para que ambos possam deleitar-se um na intimidade do outro e assim tornarem-se uma só carne.

Agora vou tratar dos assuntos a respeito dos quais vocês me escreveram.

Vocês dizem que o homem faz bem em não casar. Mas eu digo: já que existe tanta imoralidade sexual, cada homem deve ter a sua própria esposa, e cada mulher, o seu próprio marido. 1 Coríntios 7:1-2

Entendeu?

A intimidade física entre homem e mulher deve ser resultado de todo um processo que inclui o casamento e que culmina no privilégio desse ato que gera imenso prazer quando realizado com a benção Divina. Sim, Deus abençoa esse momento que Ele reproduziu entre homem e mulher baseando-se na intimidade ser humano x Deus.

O ato sexual quando feito à base da obediência (casamento), torna duas carnes em uma e duas pessoas unidas em Deus. Por sua vez, o sexo fora do casamento torna cada vez mais distante o projeto Divino de duas pessoas serem uma, e faz os praticantes estarem à mercê do diabo, que é o pai da desobediência.

Note que satanás tem distorcido o momento de intimidade do ser humano para com Deus quando ele engana a pessoa fazendo-a cair no chão, gritar, pular ou limitar-se a canções emotivas de louvor na hora da busca. E da mesma forma acontece com relação ao sexo. O diabo o sujou , o banalizou e o diminuiu, ele fez isso por meio do “ficar”, do namoro abrasado, da pornografia e outras patifarias existentes nessa área.

A vontade de Deus é que vocês sejam santificados: abstenham-se da imoralidade sexual. Cada um saiba controlar o seu próprio corpo de maneira santa e honrosa, não dominado pela paixão de desejos desenfreados, como os pagãos que desconhecem a Deus. 1 Tessalonicenses 4:3-5

Lembre-se: sexo não é saciar desejos, é uma fusão de pessoas que deixam, literalmente, o DNA delas em você. Veja mais sobre isso no vídeo abaixo!


  • Bianca Carturani 



reportar erro