Rede aleluia

Notícias | 20 de outubro de 2019 - 00:05


21 dias de renovação e batismo com o Espírito Santo

Veja como foi o encerramento do Jejum de Daniel no Templo de Salomão

Depois de 21 dias, todos aqueles que se dispuseram a abdicar de informações seculares e de entretenimento para agradar a Deus e receber o Espírito Santo, finalizaram o propósito do Jejum de Daniel no dia 13 de outubro.

espírito santo, renovação, mudança, fé

No Templo de Salomão, em São Paulo, a reunião de encerramento foi ministrada pelo Bispo Renato Cardoso, às 9h30. Durante o encontro, ele falou da importância de colocar a Deus em primeiro lugar em nossa vida.

Para exemplificar, ele se baseou na passagem bíblica que descreve o momento em que dez homens leprosos foram curados pelo Senhor Jesus. Na ocasião, o Senhor Jesus ordenou que fossem até o sacerdote para serem curados. Todavia, após receberem a cura, apenas um voltou para agradecer (leia mais em Lucas 17.13-19).

“Essa situação ilustra bem a atitude da maioria das pessoas. Muitas só se lembram de Deus quando o cinto aperta e o problema vem”, disse o Bispo Renato, que ainda esclareceu qual a verdadeira vontade de Deus para o ser humano: “Deus não quer resolver apenas um problema. Ele quer resolver sua vida, mas, para isso, você tem que entregar sua vida a Ele”.

O Bispo Renato esclareceu ainda que para que Deus faça a Obra dEle na vida de cada um de nós é preciso que obedeçamos a seguinte ordem: “Deus em primeiro lugar, depois você e, em seguida, seu próximo, que é seu cônjuge. Se você colocar qualquer coisa acima dessa ordem, você vai bagunçar sua vida”, ensinou.

Confirmação do amor
O Bispo Renato também explicou a importância de confirmar e manter o amor no relacionamento amoroso. “Alguns gostam de falar ‘eu te amo’, alguns gostam de colocar uma faixa no viaduto como prova do seu amor, mas algumas pessoas não falam ‘eu te amo’ verbalmente, mas com atitudes”, afirmou.

Ele ponderou ainda que o amor precisa ser confirmado na relação a dois quando acontece alguma situação adversa: “se houve traição, é óbvio que agora você tem que confirmar seu amor, você tem que mostrar que está arrependido. Mas o traído também tem que confirmar seu amor, porque, às vezes, a pessoa traída fica revivendo o passado. Você tem direito de ficar chateado, mas chega um momento que você tem que tirar a disciplina e passar a confirmar o seu amor”, esclareceu o Bispo.

Ele ainda comparou esse amor ao da vida espiritual. “Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o Seu filho por nós. Depois que Jesus morreu e ressuscitou, Ele mandou o Consolador. O Espírito Santo é a confirmação do amor de Deus por você para lhe guiar e lhe guardar”, reforçou o Bispo.

Renovação espiritual
Para ter o Espírito de Deus ainda mais próximo e a guiando, Francisca de Oliveira Silva, de 41 anos, decidiu participar do Jejum de Daniel.

Há sete anos, ela participou do propósito pela primeira vez.

Com depressão profunda e sem nem ter vontade, de cuidar de sua higiene pessoal, ela viu no Jejum de Daniel a oportunidade de mudar de vida. “Eu ficava semanas sem tomar banho. Eu nunca tinha ouvido falar de Jesus, mas, por meio de um obreiro da Igreja que me convidou para um núcleo de oração, comecei a buscar a Deus”, relatou.

Agora, sete anos depois, livre da depressão e batizada com o Espírito Santo, ela relata que novamente o Jejum de Daniel foi fundamental para sua intimidade com o Altíssimo: “eu já era batizada, mas agora fui renovada. Eu estou saindo desta reunião (no Templo de Salomão) me sentindo muito mais abençoada. Para mim, é muito gratificante estar aqui buscando para conhecer mais de Deus”, concluiu Francisca.

“Deus nos quer ganhando almas”
Este Jejum de Daniel foi dedicado a receber o Espírito Santo, mas também a agradar a Deus. Por isso, Priscila de Moraes Celestino, (foto abaixo)  de 25 anos, se dedicou a fazer a vontade dEle.

superação, fé, temor, esperança

Ela já é batizada com o Espírito Santo, mas viu que precisava fazer algo mais para Ele. “Eu usei minha fé e fiz um propósito de humilhação a Deus, não só por mim, mas pelos jovens da minha igreja. As guerras triplicaram, mas Deus também triplicou minhas forças. Deus foi me usando, inclusive na faculdade, quando pude ajudar uma moça que queria se suicidar”, contou Priscila.

Além disso, ela ainda disse que viu respostas de Deus em sua vida financeira e teve uma renovação espiritual. “Cada dia mais tenho certeza de que Deus nos quer ganhando almas, seja na porta da Igreja, seja dentro de um ônibus. Basta estarmos dispostos a ouvi-Lo e deixá-Lo nos usar da forma que Ele quiser”, finalizou Priscila.


  • Rafaela Dias e André Batista  


reportar erro