Você não tem tempo para fazer tudo que deseja?

Por Rê Campbell / Fotos: Fotolia e Divulgação / Arte: Edi Edson

Você tem a sensação de que os dias passam rápido demais? A falta de tempo é uma reclamação frequente entre pessoas de todas as idades. Falta tempo para concluir tarefas, fazer novos planos e até para ficar com a família. Hoje, é cada vez mais comum encontrar pessoas que estão sempre correndo, com pressa e sobrecarregadas.

Uma pesquisa feita pelo Ibope Inteligência em 2013 mostrou que 35% dos brasileiros se sentem escravos do tempo e estariam dispostos até a comprar mais horas para o seu dia. Já um estudo publicado em abril deste ano no periódico científico Proceedings of the National Academy of Sciences indicou que os indivíduos se sentiam mais felizes quando gastavam US$ 40 (R$ 125) para ter mais tempo à disposição, por meio do pagamento de pessoas para que realizassem determinadas tarefas por elas. Os estudiosos explicam que o estresse gerado pela falta de tempo reduz o bem-estar e pode levar à ansiedade e à insônia. O estudo “Comprar tempo promove a felicidade” foi feito com 6.271 adultos dos Estados Unidos, Canadá, Dinamarca e Holanda e envolveu especialistas de três países.

Você quer mais tempo?

Afinal, de onde vem a insatisfação com a forma como gastamos nosso tempo? Será que precisamos mesmo de mais horas para fazer tudo? “O que falta, na verdade, não é tempo, mas planejamento”, responde Christian Barbosa (foto ao lado), especialista em produtividade e alta performance. “De fato, temos muitas tarefas, mas se não organizarmos a nossa rotina para cumpri-las, elas podem nos sufocar.”

Tempo para o bem-estar

O especialista alerta que muitas pessoas ainda acreditam que trabalhar o tempo todo e fazer várias coisas ao mesmo tempo sejam sinais de produtividade, mas que isso é um engano. “Fazer pausas para atividades que promovem o nosso bem-estar, além de ser bom para a saúde, ajuda a espairecer a mente, a estimular a nossa criatividade e a pensar melhor”, sugere Barbosa.

Contudo, em um mundo com cada vez mais pressões, prazos e metas, é possível alcançar o equilíbrio e ainda ter bons resultados e conquistas profissionais? Barbosa garante que sim. O segredo é focar primeiro em si mesmo. “Não adianta nada se dedicar apenas ao profissional, isso só resultaria em mais trabalho, estresse e cansaço. Ou seja, isso limita a energia, interfere no sono e os finais de semana se tornam mais corridos. Cuide de você e as conquistas profissionais virão.”

Vilões do tempo

Pessoas que desejam ter mais tempo precisam abrir mão de atividades que roubam horas preciosas do dia. O uso das redes sociais, por exemplo, pode ser perigoso, principalmente para indivíduos que têm o hábito de adiar a execução de tarefas. “Uma dica é definir horários específicos para checar aquelas redes menos importantes. Outras alternativas são excluir grupos irrelevantes, configurar o volume de notificações e até desativá-las”, ensina.

Prioridades

O excesso de informações à disposição na internet, os avanços tecnológicos e a necessidade constante de se atualizar levam muitas pessoas a viver como se estivessem em uma corrida contra o tempo. Entretanto, é impossível fazer tudo. Então, quanto tempo devemos dedicar aos estudos, ao trabalho, à fé, à família, aos seriados, à internet, ao relacionamento, aos filhos? Cada pessoa precisa refletir sobre a própria rotina, estabelecer prioridades e escolher como deseja usar o seu tempo.

Barbosa acrescenta que é importante evitar situações que tragam apenas cansaço. “Ocupar o seu tempo com atividades que não lhe trarão resultados só para agradar alguém enche a sua vida de estresse e tira o seu ânimo”, conclui. Veja, ao lado, outras dicas do especialista.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach e Eliana Caetano

Editora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Maria do Rosário, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 3321-5244

Endereço: Rua dos Missionários, 139, Santo Amaro - São Paulo (SP)

Cep: 04729-000