Você morreria para manter a sua fé em Jesus?

Por Rafaella Rizzo / Fotos: Thinkstock

A perseguição aos cristãos ainda acontece de forma acirrada em várias partes do mundo. Lugares como Coreia do Norte, países do Oriente Médio e África encabeçam a lista de locais em que ela é considerada extrema, ou seja, as leis do país são regidas de forma a tirar toda a liberdade do cristão. Nessas áreas, assumir a fé publicamente é sinônimo de ser torturado, preso em campos de concentração e até morto. Por esse motivo, muitos cristãos são obrigados a esconder de seus amigos, vizinhos e até da família que aceitaram Jesus como seu Senhor e Salvador.

E se nessas localidades, o simples fato de assumir a fé já é perigoso, imagina pregar o evangelho e ganhar almas? Mas mesmo com toda a ameaça muitos enfrentam esse perigo por amor a Palavra de Deus. Minho é um senhor norte- coreano de 70 anos que todos os dias arrisca a vida para compartilhar a palavra com refugiados escondidos nas fronteiras do país comunista.

Outro caso impactante é o de Masih, de 41 anos, um pastor paquistanês que está refugiado no Brasil desde 2013. O site da BBC informa que ele vivia com sua esposa e filhos em uma cidade no Estado de Punjab, no sudeste do Paquistão, onde era o principal pastor de uma igreja presbiteriana, com 3 mil membros. Lá, os cristãos representam 2,59% da população, e a comunidade já foi alvo de diversos atentados terroristas que deixaram um rastro de morte e destruição. Fugindo da perseguição, ele veio sozinho para o Brasil e está como pastor assistente em uma igreja na Penha, bairro da zona leste de São Paulo. Agora, ele aguarda autorização para voltar ao Paquistão e resgatar sua família.

O que te impede de falar?

Em sua legislação, o Brasil garante a liberdade de culto e não pode permitir que qualquer pessoa seja discriminada por sua fé. Mesmo assim, em terras tupiniquins, o cristão não está livre de ser perseguido: é alvo de críticas, chacotas, acusações e pode até ser rejeitado por amigos e familiares. Mas por mais doloroso que tudo isso seja, não é nada parecido com o que acontece nos lugares citados acima.

Por isso, você deve aproveitar a liberdade que tem para assumir a fé e mostrar a Salvação por meio do evangelho.

Seja sábio

Em seu blog, o bispo Edir Macedo fala da importância de ser um ganhador de almas. “Para o mundo, os médicos e cientistas renomados, foram pessoas sábias que se destacaram no cenário mundial. Não discordo disso, porém, para Deus, estes são os verdadeiros sábios: os ganhadores de almas que abrem mão da própria vida, pela vida de outras pessoas. O médico salva vidas, mas não consegue ser usado para salvar almas”, reflete.

Você está na igreja e reconhece que ainda não tem sede de ganhar almas? Compareça à reunião de domingo, que acontece na Universal, para ter o Encontro com Deus e poder fortalecer o seu próximo. Clique aqui para buscar o endereço do templo mais próximo da sua casa.

Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente