Você é a mulher ou a mãe na relação?

Por Michele Roza / Fotos: Thinkstock

Um casamento de sucesso precisa do compromisso e da dedicação das duas partes. Ambos, marido e esposa, devem zelar pelo cônjuge, como se o casal estivesse em uma competição sadia de quem faz mais bem ao outro.

Contudo, um relacionamento de sucesso também contempla a liberdade individual, pois, o excesso de cuidados com o outro pode sufocar a relação. Para a mulher, por exemplo, uma das piores coisas que ela pode fazer no casamento é o papel de mãe do seu marido.

Uma mãe tenta fazer de tudo o tempo todo para agradar o filho, controla os passos dele, mas também critica comportamentos e atitudes que não ache corretos mesmo antes de ouvir qualquer tipo de argumentação, isso quando não toma decisões precipitadas no lugar do filho.

Se você se reconheceu em algumas dessas situações, na verdade, você está agindo como se fosse mãe do seu marido. Esse modo de agir vai desgastando a relação, pois a esposa se doa intensamente, deixando de viver a sua individualidade para cuidar exclusivamente da vida do marido.

Ele fica incomodado, porque não quer ter intimidade com aquela que está retratando o papel de mãe, e ela, por sua vez, acaba ficando insatisfeita por não receber atenção na mesma medida de sua expectativa.

Seja sábia e use um diferencial em seu favor

Para o apresentador do programa The Love School – A Escola do Amor, que é transmitido pela Record TV, e autor do best-seller "Casamento Blindado", Renato Cardoso, o cerne desse problema é que toda mulher tem um pouquinho (ou muito) de mãe dentro de si. “Já está nos genes. E de certa forma, é muito útil, até mesmo para manter o marido na linha. Mas se usado demasiadamente, sem sabedoria, esse instinto maternal pode arruinar um casamento”, afirma em texto publicado no seu blog.

Renato aconselha para a esposa que quer conseguir mais do marido em todos os sentidos que a mulher seja, em vez de mãe, amante do marido. “Talvez esta seja a única coisa que lhe diferencie de sua sogra. É exatamente isso que atraiu o seu marido a você. Portanto, seja sábia e use esse diferencial em seu próprio favor.”

Veja abaixo algumas dicas do autor para manter seu relacionamento saudável e sair dessa cilada de ser mãe do seu marido:

- Em vez de mandar, peça com aquela voz doce;

- Em vez de controlar, interesse-se na vida dele com admiração e apreciação (ele vai lhe contar tudo o que você quiser saber);

- Em vez de criticar, diga como ele pode melhorar ainda mais (você é um grande pai, e poderia ser ainda melhor se…);

- Em vez de ficar reclamando da vida e de tudo no ouvido dele, encontre razões para celebrar;

- Em vez de chatear porque ele não vem para a cama mais cedo ou porque está sempre cansado, ponha aquela roupa, vá lá onde ele está, pegue nos bíceps dele, e faça-o lembrar por que ele deixou a mãe dele (e todas as outras mulheres) por você.

Quer aprender mais sobre como lidar com a vida a dois? Adquira o novo livro “Casamento Blindado 2.0 – O Seu Casamento à Prova de Divórcio”, revisto e ampliado, clique aqui. Blinde seu casamento e esteja preparado para enfrentar qualquer obstáculo.

Gostou da matéria? Compartilhe nas redes sociais.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach e Eliana Caetano

Editora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Maria do Rosário, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 3321-5244

Endereço: Rua dos Missionários, 139, Santo Amaro - São Paulo (SP)

Cep: 04729-000