Uma imagem que comoveu os internautas

Por Núbia Onara / Foto: Reprodução Facebook

Sair com crianças é um desafio em um mundo de tanto colorido e apelos das novidades. Se para um adulto é difícil se controlar, imagine para os pequeninos. Qual mãe já não avisou antes de sair com o filho que não ia poder comprar determinadas coisas. E se o aviso não foi dado antes, é possível ver um show de birra.

Às vezes, o aviso é dado depois que a criança olha aquele brinquedo ou aquele lanche, e com aquela carinha que parte o coração dos pais em mil pedacinhos, fala: “Eu quero.” Nenhum pai ou mãe diz não com prazer, normalmente falam para não satisfazer todas as vontades dos filhos – o que não é saudável –, mas, algumas vezes, é mesmo por não ter recursos para comprar o que a criança quer.

O filipino Ryan Arebuabo, de 38 anos, sabe bem o que é isso. Há 2 anos, devido à vida difícil que levavam, a esposa se separou dele. Mesmo com todas as dificuldades, por ser um pai amoroso, os três filhos decidiram ficar com ele. Todos vivem em um bairro pobre de Manila, capital das Filipinas, e, para se manter, Arebuabo trabalha de varredor e também vende alimentos.

Apesar dessa história de vida, até alguns dias ele era só mais um rosto desconhecido em uma das cidades mais populosas da Ásia. Porém isso mudou quando ele resolveu atender o desejo de dois dos filhos de comer em um fast food. Para isso teve que economizar e, mesmo assim, só deu para comprar os lanches para as crianças, ele ficou olhando enquanto os filhos comiam. Um cliente do restaurante fotografou o momento. A imagem causou impacto nas redes sociais. Com a divulgação da história desse pai dedicado, muitos doaram alimentos e roupas para as crianças.

Amor maior

Essa história revela algo que o próprio Senhor Jesus destacou, e que muitos esquecem, a respeito do caráter de Deus:

"E qual o pai de entre vós que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente? Ou, também, se lhe pedir um ovo, lhe dará um escorpião? Pois se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?" Lucas 11.11-13

Muitos têm vivido problemas, e têm tentado resolvê-los sozinhos, mas se esquecem do quanto Deus, como Pai amoroso que é, tem o maior prazer em atender às necessidades das pessoas.

Se esse pai, mesmo sem condição alguma, preferiu ficar sem para que os desejos de seus filhos fossem atendidos, imaginem então o prazer que Deus tem em ver a alegria de uma pessoa ao ter a sua oração respondida por Ele?

Tudo isso o Senhor Jesus falou para ressaltar a importância da perseverança na oração. A perseverança mostra que você acredita que aquela pessoa vai atendê-lo. Quando pedimos, mas desistimos diante de qualquer obstáculo, principalmente da demora, é como se estivéssemos dizendo “eu acho que Ele não vai poder me ajudar”. Mas, por acaso, existe alguma coisa impossível para Deus? (Lucas 1.37)

Por isso, persevere em Deus.

“Até agora nada pedistes em Meu nome; pedi, e recebereis, para que o vosso gozo se cumpra.” João 16.24

Compartilhe essa mensagem em suas redes sociais.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente