Uma doença que afeta gravemente o cérebro

Por Andre Batista/ Imagem: Thinkstock

Uma doença que afeta diversas partes do cérebro, principalmente o corpo estriado, que está associado ao processamento de emoções e sensações de recompensa e desejo. Ou seja, o doente passa a ter menos controle sobre o que deseja e sobre o que sente a respeito de situações e pessoas.

Além do corpo estriado, essa enfermidade também danifica a parte do cérebro responsável pela tomada de decisões e planejamentos, que é a conexão entre o próprio corpo estriado e o córtex pré-frontal.

Evidentemente, esses sintomas afetam diretamente o comportamento da pessoa e, pior que isso, a doença age como um vício: quanto mais se consome o que provoca o problema, mais se quer consumir.

O nome dessa doença é pornografia.

Dependência

Os dados acima foram recolhidos de um estudo publicado no renomado jornal Jama Psychiatry, especializado no comportamento psiquiátrico. A pesquisa mostra ainda que os danos cerebrais foram maiores conforme a quantidade de vídeos pornográficos assistidos.

Provavelmente, esse efeito é causado pela estimulação intensa de um sistema de recompensa.

Outro estudo, publicado pelo também importante Psychological Science, concluiu que o cérebro reconhece pessoas e objetos de diferentes maneiras. Tanto homens quanto mulheres, quando consumidores de pornografia, tendem a enxergar pessoas nuas como objetos, de acordo com a pesquisa.

Os escritores e palestrantes Renato e Cristiane Cardoso, especialistas em comportamento conjugal, explicam que a pornografia é um vício grave. Assista ao vídeo abaixo e entenda melhor:

Se você ainda não assistiu ao DVD "Sexo em um Casamento Blindado - Os Segredos da Intimidade Total", ao qual o casal se refere no vídeo, clique aqui e saiba como adquiri-lo. Nele você encontrará a opinião completa de Renato e Cristiane sobre a pornografia e conselhos para se livrar desse mal que destrói tantas famílias.

Em seu blog, Renato afirma que a pornografia é uma mentira que acarreta os mesmo efeitos que o vício em álcool ou em cocaína.

Atualmente, acredita-se que 37% de todo o conteúdo disponível na internet seja pornográfico. Os consumidores desses produtos são tantos que, de acordo com a revista norte-americana The Week, mais de 356 bilhões de reais são gerados na indústria pornográfica por ano. Imagine quantas pessoas estão deteriorando o próprio cérebro todos os dias.

Para livrar as pessoas dessa e de outras enfermidades, a Universal realiza, todas as sextas-feiras, a reunião de Libertação. Participe você também e saiba que é possível vencer essa doença chamada pornografia. Encontre uma Universal perto de você clicando aqui.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente