Redes sociais aumentam a sensação de solidão

Por Rafaella Rizzo / Foto: ThinkStock

Não dá para negar que as redes sociais trouxeram facilidades na comunicação e interação entre as pessoas. Mas, como nada é perfeito, elas também têm o seu lado prejudicial. É o que revela uma pesquisa realizada por psicólogos norte-americanos e publicada no Periódico Americano de Medicina Preventiva.

Os estudiosos afirmam que acessar sites como Twitter, Facebook e Snapchat por mais de 2 horas por dia dobra a probabilidade de alguém se sentir isolado. As redes sociais também contribuem para que o internauta desperte sentimentos negativos, como exclusão e inveja — por exemplo, quando ele vê fotos de amigos se divertindo em um evento para o qual não foi convidado.

"É importante estudar isso, porque há uma epidemia de problemas mentais e de isolamento social entre jovens adultos", afirma Brian Primack, da Escola de Medicina da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos. "Somos criaturas sociais, mas a vida moderna tende a nos isolar em vez de nos aproximar. Apesar de as redes sociais aparentemente criarem oportunidades de socialização, o estudo aponta que elas não têm o efeito que esperamos”, acrescenta.

Invista no que é importante

O levantamento diz que, quanto mais tempo uma pessoa fica online, menos tempo ela tem para interações no mundo real. E, se falta tempo para se relacionar com outras pessoas, imagine para o relacionamento com Deus.

Por mais que você também use as redes para ver e ouvir coisas edificantes, nada substitui os momentos de intimidade com o Criador. Algo que só pode ser feito ao se desconectar de todas essas distrações para ler a Bíblia, meditar em cada palavra e orar.

Busque o equilíbrio em sua vida. Organize o seu dia, horários e compromissos para que tenha tempo para trabalhar, descansar, se divertir e, principalmente, cuidar da sua Salvação.

Nas reuniões ministradas às quartas-feiras na Universal você aprende a ter esse equilíbrio e separar um momento do seu dia para se aproximar de Deus. Participe na igreja mais próxima de sua casa. Procure o endereço aqui.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente