Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 22 de março de 2020 - 00:05


Você tem terceirizado sua fé?

Não é a oração da outra pessoa que vai curar você ou livrá-lo do problema. É a sua Fé que vai salvar você

Quem não gosta de receber uma oração? Até as pessoas mais incrédulas recorrem à Fé na hora do sufoco. A oração traz alívio e esperança de que o melhor vai acontecer. O problema é que muitos terceirizam a sua Fé e jogam a responsabilidade de praticá-la para os obreiros, os pastores e os bispos da Igreja. É aquela pessoa que é viciada em oração, mas somente a oração dos outros funciona para ela.

Em uma reunião no Templo de Salomão, o Bispo Renato Cardoso falou do assunto e deu o exemplo de uma passagem bíblica descrita no livro de Êxodo 8.27-28, que relata quando Faraó pediu a Moisés para orar por ele: “Deixa-nos ir caminho de três dias ao deserto, para que sacrifiquemos ao Senhor nosso Deus, como ele nos disser. Então disse Faraó: Deixar-vos-ei ir, para que sacrifiqueis ao Senhor vosso Deus no deserto; somente que, indo, não vades longe; orai também por mim”.

O pedido de Faraó representa, nos dias atuais, o que muitas pessoas, que em sua maioria estão dentro da Igreja, fazem. São os viciados em pedir que outras pessoas orem por elas, quando, na verdade, elas não fazem nada para mudar sua situação. Essas pessoas escutam a Palavra de Deus e participam das reuniões, mas sempre pedem oração no final do culto, depois de escutarem toda pregação e receberem inúmeras orações. A sensação é de que nada do que foi ouvido foi absorvido.

No caso de Faraó, ele era idólatra e, quando os problemas apertavam, ele recorria a Moisés, mas não colocava em pratica o que Moisés o orientava a fazer. O mesmo acontece com muitos membros da Igreja: só escutam a pregação e não fazem nada mais.

Dependência
A auxiliar de produção Edjane da Silva Santana, de 26 anos, é um exemplo disso. Ela retornou à Universal em 2017 e contou que dependia muito da Fé dos outros ao seu redor. “Se acontecesse alguma situação comigo, eu queria que os outros orassem por mim. Eu não acreditava que a minha Fé alcançaria o que eu queria”, recorda.

Ela disse que achava que se o Pastor da Igreja orasse, Deus ouviria, mas, se ela orasse, não teria o mesmo efeito. Edjane ainda conta que ficou um bom tempo esperando das pessoas o que ela mesma deveria fazer: “eu nem pensava em orar, já pedia para alguém”.
Isso mudou somente quando, em um atendimento espiritual com o seu Pastor, Edjane foi orientada que o mesmo Deus que estava nele estaria nela se ela apenas cresse e obedecesse à Palavra de Deus. “Foi quando eu passei a aprender. Passei por uma situação que me vi sozinha e dependente de Deus e aí tive que agir a Fé que achava que eu não tinha”, relatou.

Edjane explicou que não precisa mais recorrer à Fé alheia. “Hoje eu sou dependente da minha Fé e Deus me responde”, finalizou.

Acredite na sua fé
Não jogue para o outro o que você precisa fazer por si mesmo. Pense como você pode pedir oração para aquele Pastor ou Bispo: se não crê quando eles falam para você acreditar na sua Fé, como pode acreditar na sua própria oração?

Essa limitação de Fé vem do próprio diabo, que coloca na mente da pessoa que a oração dela não resolve. Claro que você pode ter alguém que ore por você, mas é preciso que faça a sua parte também, pois uma Fé sem atitude não é eficiente. Não é a oração da outra pessoa que vai curar você ou livrá-lo do problema. É a sua Fé que vai salvar você.

Ou seja: não duvide da sua Fé. Creia e determine que o que você deseja será alcançado, sem depender apenas da oração de terceiros. Para isso, comece a obedecer a Deus e aos seus mandamentos, pois Ele jamais deixará de atender aquele que O honra.


  • Maiara Máximo / Foto: Getty Images 


reportar erro