Rede aleluia
Você costuma dar desculpas furadas para os erros que comete?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 4 de Dezembro de 2022 - 00:05


Você costuma dar desculpas furadas para os erros que comete?

Saiba por que deixar de colocar a culpa nos outros pode mudar sua conduta e transformar a sua vida

Você costuma dar desculpas furadas para os erros que comete?

Quem já não se meteu em alguma enrascada porque aceitou o convite de um amigo mal-intencionado e depois tentou se justificar dizendo que foram as más companhias que o influenciaram? E tão comum quanto dar essa desculpa é colocar a responsabilidade nas costas do diabo e afirmar que existe uma maldição em sua vida e que a culpa não é sua por estar naquela situação. É claro que todas essas justificativas podem realmente fazer sentido em determinados momentos, mas não são o motivo para que as coisas aconteçam.

Muitas vezes, as amizades podem sim influenciar nossas decisões, mas há um detalhe que não pode ser desconsiderado em nenhuma situação: somos seres pensantes, inteligentes, capazes de discernir entre o certo e o errado e, se ponderarmos previamente, antes de tomar qualquer atitude, o resultado poderá ser diferente. Por isso, ao colocar a culpa somente nos outros ou no mal já estamos dando uma desculpa furada.

Precisamos questionar se muitos dos infortúnios pelos quais passamos – e é natural que aconteçam em nossas vidas – não poderiam ser evitados se pensássemos um pouco mais antes de adotar cada atitude.

Será que não existe também uma comodidade muito grande em não assumir a culpa por nossos atos? É que dessa forma não temos que lidar com o fato de termos de fazer uma reflexão, por mínima que seja, de como agimos e o que realmente nos levou ao ponto em que estamos. E pior do que isso: não precisamos mudar de atitude em relação ao que estamos passando. Contudo esse comportamento também depõe contra nosso crescimento pessoal sem que percebamos. Muitos podem dizer que estavam sem saída, desesperados e que não podiam agir de outra forma, mas a verdade é que sempre há opção. Às vezes, o que falta mesmo é coragem para optar por ela.

O diabo, é claro, deve dar risada a cada vez que alguém diz que a culpa por determinada situação é dele, quando, na verdade, ele não teve que fazer nenhuma manobra ardilosa para colocar a pessoa na situação humilhante em que está. Se ele já se aproveita naturalmente da fragilidade das pessoas, imagine sua alegria quando elas se entregam a ele por decisão própria sem nem perceber.

Quantos estão sem perspectivas de futuro, cheios de dívidas, com a saúde prejudicada, com o casamento destruído por traições, ou, pior, até privados de liberdade (pois se envolveram com o crime) e creditam apenas ao diabo suas desventuras, quando o trabalho foi todo deles ao tomar uma decisão equivocada? Apesar de ser verdade que todos erram, persistir no erro, como diz um velho ditado, é burrice. Por isso, é preciso pararmos em determinados momentos de nossas vidas para analisarmos nossas condutas e nos modificarmos.

A grande verdade é que para muitos ainda falta estabelecer de fato uma aliança com Deus, o que lhes trará o equilíbrio para resistir aos convites do mal, seja ele advindo das amizades equivocadas, seja de maldições. É fato: o homem que tem o Espírito Santo tende a se antecipar às armadilhas do diabo e sabe se proteger contra elas, inclusive evitando situações que o levem a agir de forma errada, pois, além de ter um pacto com Deus, age com inteligência.


Você costuma dar desculpas furadas para os erros que comete?
  • Eduardo Prestes / Foto: Getty Images 


reportar erro