Rede aleluia

Notícias | 8 de julho de 2016 - 03:17


Universal realiza batismo nas águas em presídios do Pará e Amazonas

Trabalho da Igreja dentro de penitenciárias cresce cada vez mais

Na última semana de junho, 37 detentos foram batizados nas águas em presídios do Pará e Amazonas. Essa é a consolidação de um trabalho que a Universal realiza dentro das penitenciárias em todo o País e também no mundo.

O primeiro batismo, no dia 25, ocorreu na Unidade Prisional do Puraquequara, na capital amazonense, Manaus. Ali, o responsável pela evangelização dentro dos presídios no estado, pastor Paulo Gomes, batizou 12 pessoas.

“Falei para eles sobre estar à beira do caminho e entrar no caminho. Dei o exemplo do cego de Jericó: ele estava à beira do caminho e era pobre, cego e mendigo. Mas, quando entrou no caminho, foi salvo, curado e liberto. Assim será a vida daquele que aceita o Senhor Jesus”, destacou o pastor.

Já no dia 28 foi a vez de o pastor Glebson Silva, responsável pela evangelização nos presídios de Altamira (PA), realizar o batismo de 25 detentos. “Há uma grande necessidade de alimento espiritual naqueles que vivem no meio penitenciário, pois, diante dos problemas, buscam alternativas de mudança de vida. E a única saída é encontrada no Senhor Jesus, que por meio da Universal, como instrumento, leva a Palavra de Salvação”, afirmou o pastor Gilberto Costa, que lidera o trabalho nas penitenciárias de todo o estado do Pará.

Para o diretor interventor da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), Ringo Alex Rayol Frias, o trabalho realizado pela Universal é muito importante na ressocialização dos detentos: “Eu vejo nesse trabalho uma grande oportunidade de o preso se sentir como um verdadeiro cidadão, já que não é fácil por estar sendo tirada a sua liberdade. Por esse trabalho ele se sente acolhido e valorizado. Isso reflete no comportamento, na disciplina e, consequentemente, na normalidade e o respeito aqui dentro. A superintendência é grata à Universal pela sua valiosa contribuição no processo de reintegração social dos detentos.”

Apoio aos familiares

O trabalho de evangelização da Universal vai além das celas. Para que os detentos possam ser reintegrados à sociedade, é necessário que eles encontrem apoio dentro de suas famílias. E, para isso, as famílias precisam estar preparadas. “Quando o detento recebe o apoio familiar há maior chance de ele se reinserir na sociedade, diminuindo assim as estatísticas que demonstram que, ao contrário, o segregado da família, dos amigos e de outras relações sociais, tem enorme chance de voltar à vida do crime”, explica o bispo Afonso Silva, responsável pelo trabalho da Universal nas penitenciárias brasileiras.

Entendendo isso, a Universal também realiza diversas ações sociais com os familiares dos detentos, como a que aconteceu no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, no dia 22 de junho.

Na ocasião, mais de 500 pessoas receberam café da manhã e doações dos livros “A Mente de um Viciado”, do bispo Rogério Formigoni, e “Nos Passos de Jesus”, escrito pelo bispo Edir Macedo.

A importância dos livros

A doação de livros é feita sempre que possível nas penitenciárias visitadas pela Universal. “Por meio da leitura, a mente deles (presos), a atitude deles, o coração deles, o comportamento deles, o caráter deles, muda”, diz o bispo Celso Araújo, responsável pela evangelização nos presídios de Minas Gerais.

Em Minas, no dia 27 de junho, a Universal realizou o lançamento do livro “A Mente de um Viciado”, no presídio de São Joaquim de Bicas 1, que está localizado na cidade de mesmo nome. Ali, 16 voluntários doaram 2,3 mil livros aos 2.070 detentos e 230 agentes penitenciários.

“A leitura contribui muito para o avanço e o crescimento da mentalidade do ser humano, principalmente quando é uma leitura que não só beneficia o conhecimento, mas acima de tudo uma estrutura espiritual para que a pessoa entenda como ser melhor, como viver melhor e como conquistar os seus objetivos com Deus”, conclui o bispo Dayvid Windson, que participou do evento representando o grupo Força Jovem Universal mineiro.

Veja na galeria de imagens abaixo um pouco mais sobre o trabalho realizado pela Universal nos presídios brasileiros:


  • Por Andre Batista / Imagens: Universal 



reportar erro