Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 5 de setembro de 2019 - 13:29


Universal ganha direito de resposta da TVI

Emissora portuguesa mentiu e Justiça obrigou a veiculação de retratação

No dia 26 de março de 2019 o “Jornal das 8”, transmitido pelas emissoras de televisão portuguesa TVI e TVI24, publicou uma reportagem mentirosa a respeito da Universal.

A matéria foi assinada pelo jornalista Alexandra Borges e seguida de um debate. Ali, a Universal foi acusada de promover um “caixa dois” com as ofertas dos fiéis para realizar pagamentos “por debaixo da mesa”, como eles mesmo disseram durante a transmissão.

Evidentemente, isso não é verdade. Todo o dinheiro arrecadado por meio das ofertas é destinado ao pagamento de despesas da igreja.

Por isso, a Justiça portuguesa obrigou o mesmo “Jornal das 8” a ceder direito de resposta à Universal.

Acompanhe a retratação no vídeo abaixo:

Ódio antigo

Essa não é a primeira vez que a TVI ataca a Universal e seus membros. Com o objetivo de prejudicar a reputação da igreja, a emissora de televisão chegou a inventar que a Universal sequestrava crianças.

Nesse caso, até mesmo as mulheres que serviram de personagens para a emissora de televisão confessaram que estavam mentindo. Assim, a jornalista responsável pelas matérias responde na Justiça pelas calúnias.

O maior jornal de Portugal chegou a destacar que a TVI atacava injustamente a Universal, ressaltando que a Justiça do país provou que a igreja é inocente.

O Domingo Espetacular veiculou uma reportagem especial sobre esse caso. Assista à íntegra da matéria clicando aqui.


  • Andre Batista / Imagens: Reprodução internet 


reportar erro