Rede aleluia
Unisocial entrega 1.500 toneladas de alimentos em todo o Brasil
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 31 de Março de 2021 - 15:35


Unisocial entrega 1.500 toneladas de alimentos em todo o Brasil

Ação aconteceu no dia 28 de março último e alcançou milhares de pessoas. Confira como foi   

Unisocial entrega 1.500 toneladas de alimentos em todo o Brasil

No decorrer da pandemia, diante de restrições e de uma crise econômica sem precedentes, quase 18 milhões de pessoas voltaram a viver em uma condição abaixo da linha da pobreza no Brasil, entre agosto de 2020 e fevereiro de 2021. Se antes eram cerca de 9,5 milhões nessa situação, agora são mais de 27 milhões (por volta de 13% da população) que sobrevivem com menos de R$ 250 por mês. Os dados são de recente projeção da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Além das contas básicas como água, luz, gás e aluguel, a maior preocupação dessas pessoas é com a alimentação para si e suas famílias.

De acordo com pesquisa do Instituto Data Favela, em agosto do ano passado, os moradores das comunidades brasileiras não conseguiam fazer 2,5 refeições por dia. O número, que já não era suficiente, se agravou ainda mais. Em fevereiro último, chegou a menos de 2 refeições por dia. Sem emprego, sem dinheiro e sem comida, muitas pessoas estão vendendo ou trocando pertences pessoais e aparelhos domésticos para comprar alimentos. Saiba mais aqui.

1500 toneladas de alimentos

Em meio a este cenário, o projeto Unisocial mobilizou, no dia 28 de março último, milhares de voluntários, em todo o País, que distribuíram alimentos, roupas e kits de higiene às comunidades.

“Embora, em muitos lugares tenha sido decretado o lockdown e o fechamento do comércio, não há decreto que suspenda a fome. Sem a ação social, milhares de famílias não teriam como se sustentar durante a pandemia. Só neste domingo, milhares de cestas básicas foram distribuídas em todo o Brasil. Isso mostra como este trabalho tem sido essencial para a população”, disse o Bispo Leandro Zangarini, responsável pelo grupo Evangelização (EVG).

A saber, em números exatos 178.977 mil pessoas foram beneficiadas diretamente com as doações de 6.618 kits de higiene e 59.659 mil cestas básicas. Totalizando 1.500 toneladas de alimentos doados. Ademais, 51.239 mil voluntários fizeram parte desta ação.

A empresária Cida Lins, voluntária do grupo EVG em São Paulo, foi uma das milhares de pessoas que levaram, não apenas o alimento físico, mas também, uma mensagem de esperança:

“É sempre um privilégio servir e contribuir para a Obra de Deus. Tem uma frase que carrego sempre comigo: ‘se você não encontrou um anjo em sua vida, seja você um anjo na vida de alguém’. Estamos levando o bem sem olhar a quem, levando o alimento à mesa de quem precisa. E, por isso, temos mesmo que agradecer o privilégio que Deus nos dá todos os dias. Se você ainda não ajudou e o Espírito Santo tocou em seu coração, seja você um anjo na vida de alguém”.

Assista à reportagem que foi ao ar no programa “Fala Brasil”, da Record TV:

Índios rondonienses

Apesar das dificuldades enfrentadas, os voluntários não esmoreceram. Em Rondônia, região oeste do País, a ajuda chegou com dificuldade aos indígenas Cinta Larga, na Reserva Roosevelt, cerca de 90 km de Espigão do Oeste, região leste do estado.

No local, cerca de 200 indígenas que vivem na aldeia foram amparados. Na ocasião, dezenas de cestas básicas foram doadas. Além do físico, o Unisocial ofereceu o mais importante aos índios: alimento espiritual para suas almas.

Assista ao vídeo abaixo e confira como foi a ação no local:

 

Você também pode contribuir

Toda doação – por menor que possa parecer ao doador – é capaz de salvar vidas. Saiba qual o endereço mais próximo de uma Universal para realizar a sua doação.

“Se você pode doar alimento, kit de higiene, cesta básica, leve até uma Universal. Vamos garantir que esse alimento chegue às casas mais necessitadas. Nós não damos aleatoriamente, verificamos in loco se a pessoa está realmente precisando. Nós vamos à casa da pessoa, verificamos a necessidade e entregamos para quem realmente precisa”, orientou o Bispo Renato Cardoso, durante transmissão do programa “Inteligência e Fé“.

Ademais, você também pode realizar uma doação financeira, clicando aqui. Colabore!

Confira mais imagens das doações realizadas em todo o Brasil:

Unisocial entrega 1.500 toneladas de alimentos em todo o Brasil
  • Redação / Fotos: Cedidas 

  • Colaborador: 

  • Michele Roza


reportar erro