Rede aleluia

Notícias | 24 de janeiro de 2018 - 02:05


Trate o seu casamento como uma empresa

Entenda quais são as semelhanças entre os dois

“Uma coisa é certa: toda empresa tem pelo menos um objetivo. Nenhum negócio existe por existir. Sempre há a busca de resultados. E aqueles resultados se tornam o foco de todos os envolvidos naquela empresa — especialmente dos donos. Se não há resultados, não há razão para a empresa existir.”

A declaração acima não foi retirada de algum livro sobre empreendedorismo ou economia, mas sim do best sellerCasamento Blindado: O Seu Casamento À Prova de Divórcio”, que já vendeu quase 300 mil cópias somente no Brasil, de acordo com o portal Publishnews.

O livro tem como objetivo orientar os casais sobre como tornar o seu relacionamento indestrutível. No quinto capítulo, os autores – Renato e Cristiane Cardoso – se dedicam a explicar ao leitor as semelhanças entre uma empresa e um casamento. A principal delas, de acordo com os autores, é ter objetivos.

“O casamento também tem objetivos e existe para produzir resultados, assim como uma empresa”, informa o livro. “Por que é importante você entender esse paralelo? São os objetivos de uma empresa que guiam tudo o que se faz dentro dela no dia a dia. As decisões que tomam, quem contratam, o treinamento dos funcionários, os produtos que criam, a publicidade que fazem — tudo é movido e guiado pelos objetivos e resultados que a empresa quer alcançar.”

Ou seja: é o foco nos objetivos que guia o comportamento do casal. Quando eles não têm metas pelas quais lutar, ignoram o fato de que até mesmo as menores decisões podem trazer grandes consequências. Tornam-se relaxados e, com frequência, sentem-se insatisfeitas por possuírem sonhos, mas não encontrarem meios de realizá-los.

Objetivos

Uma pesquisa realizada pela organização Instituto do Casal revelou que 87% dos casais brasileiros têm projetos em comum. De acordo com as fundadoras e responsáveis pelo instituto, as psicólogas e terapeutas Marina de Lima e Denise Figueiredo, “um projeto em comum é algo que oferece ao casal um propósito, algo que eles podem realizar juntos e que irá precisar do esforço de ambos para se concretizar”.

Entretanto, com a vida corrida que a sociedade impõe hoje em dia, muitos casais se esquecem de que é preciso se esforçar para ir atrás dos objetivos traçados no início do relacionamento.

“Às vezes, os casais até chegam a conversar sobre suas metas, mas, com o passar do tempo, as expectativas sobrepujam os objetivos iniciais. Se um ajuste e a manutenção dos objetivos não são feitos, a frustração leva os dois a jogar um na cara do outro: ‘Mas você sempre disse isso ou aquilo, agora quer mudar?’ Em vez de dançar conforme a música, o casal começa a dançar músicas diferentes, e aí a coisa fica complicada”, explica Cristiane Cardoso.

Por isso é muito importante que um diálogo verdadeiro seja mantido dentro do casamento. Não apenas conversas superficiais, mas trocas de ideias e estabelecimento de metas a serem atingidas.

“Quando aprendi que o meu casamento é uma empresa, entendi que mesmo as minhas menores decisões e atitudes têm que estar ligadas aos nossos objetivos a longo prazo”, esclarece o livro. “Hoje, em nossos raros desentendimentos, sempre me pergunto: que resultado eu quero desta conversa? Daí, trago à mente o meu objetivo, e conduzo a conversa para alcançá-lo.”

O livro “Casamento Blindado” foi atualizado e ampliado. Para saber mais sobre o assunto dessa matéria, clique aqui e adquira “Casamento Blindado 2.0: O Seu Casamento À Prova de Divórcio”.


  • Por Andre Batista / Imagem: Thinkstock 


reportar erro