Rede aleluia

Notícias | 27 de maio de 2018 - 03:05


Será que a sua mente está lhe sabotando?

Os palestrantes Renato Cardoso e Marcelo Moraes falam sobre escolhas pessoais e o que é ser um homem forte

“Eu já sei que não vou conseguir”, “Eu nasci em uma família pobre”, “Estou fora do peso”, “Eu sou muito magro”, “Eu não sou bonito”, “Eu não tive a chance de ter bons estudos”, “Eu não sei me comunicar bem”. Frases como essas são frequentes na sua mente? Então, companheiro, cuidado. Você está sabotando o seu crescimento pessoal.

Muitos homens não conhecem o próprio potencial e, por isso, suas vidas ficam estagnadas ano após ano. O tema foi exposto durante o encontro mensal exclusivo para homens, ocorrido no Templo de Salomão, na capital paulista, no dia 13 de maio último.

Na primeira parte da palestra, o Bispo Renato Cardoso realizou uma oração com os participantes para que Deus os abençoasse. “Se você veio aqui para mais uma reunião, você está perdendo o seu tempo. Mas, se você aproveitar essa reunião e fizer dela a mudança de sua vida, hoje pode ser o ponto de recomeço”, enfatizou.

A escolha é nossa

Tomando como ponto de partida o versículo 30 de Salmos 119, o Bispo Marcelo Moraes iniciou a segunda parte da palestra. O verso “Escolhi o caminho da verdade; propus-me seguir os teus juízos” mostra que a vida deve ser conduzida por meio da aliança com Deus. Porém, esse compromisso só acontece quando a iniciativa parte de nós.

“É uma escolha que você tem que fazer. Ninguém pode fazer por você. Por exemplo, Jesus escolheu Judas, mas Judas escolheu o caminho do roubo. Já Lucas vivia lá na Síria, era um grego, um médico, mas há um livro na Bíblia escrito por ele. Lucas se escolheu, deixou-se ser usado por Deus. Portanto, a escolha é sua”, explicou o Bispo Marcelo.

Assim, a maneira como enxergamos a nós mesmos e nos predispomos para o Criador faz toda a diferença no resultado final de nossas ações. Sobre isso, a Bíblia (em Joel 3) destaca três tipos de mentalidades:

1 – Homens de guerra: são aqueles que conhecem o próprio valor, não se intimidam, vivem uma aliança com Deus, não reclamam dos problemas e procuram pela solução.

2 – Valentes que precisam ser suscitados: são aqueles que deixaram a fé adormecer. Dentro deles, há um valente que está imóvel.

3 – Aqueles que se classificam como fracos: há homens que não sabem a força que têm. Os espíritos malignos usam essa fraqueza como uma ferramenta para derrubá-los. Entretanto, é preciso entender que quando se tem uma parceria com o Senhor, é possível alcançar os objetivos.

Como esclareceu o Bispo Marcelo, as nossas fraquezas começam nos pensamentos que cultivamos. Por isso, parceiro, faça uma lista dos pensamentos diários que têm lhe sabotado e lute contra cada um deles. Não aceite ser vencido.

Projeto IntelliMen

Se você deseja alcançar o pleno desenvolvimento pessoal, participe do Projeto IntelliMen. Saiba mais clicando aqui.


  • Por Daniel Cruz / Foto: Marcelo Alves  


reportar erro