Rede aleluia
Quem decide o futuro eterno da alma?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 31 de Julho de 2022 - 00:05


Quem decide o futuro eterno da alma?

Quem decide o futuro eterno da alma?

Deus quer que você seja a glória dEle neste mundo. Esse é o maior desejo dEle. Assim como todo pai deseja o melhor para os seus filhos, Deus quer o mesmo para toda criatura humana e, por isso, promete: “comereis o melhor desta terra”.

Mas, quando o filho é rebelde, o que um pai ou uma mãe podem fazer para mudar a situação? Nada. Eles ficam de mãos e pés atados. E é exatamente assim que Deus se sente diante do quadro caótico do mundo, porque Ele não pode impor ou obrigar ninguém a obedecê-Lo.

A história verídica que aconteceu na Babilônia, sob o império de Nabucodonosor, quando os judeus foram exilados, fala da morte de dois homens. Um não teve seu nome mencionado porque Deus não queria honrá-lo, então é chamado apenas de rico. O outro era o pobre, era Lázaro, que conservava dentro de si a fé e a esperança de um dia poder estar com o Deus de seu pai e, então, foi salvo.

Está escrito com clareza que, ao morrer, a alma de Lázaro foi levada pelos anjos, mas a do rico foi imediatamente para o inferno. Somente Jesus pode ensinar sobre esses dois destinos da alma. No entanto, somos nós que temos o direito de escolher
um deles.

Você decide qual será o destino da sua alma: se você é cheio de achismos e não crê, o inferno será seu destino, mas, se já tem dentro de si o gozo e a alegria que Deus lhe dá, com certeza terá a Salvação.


Quem decide o futuro eterno da alma?
  • Bispo Macedo / Foto: getty images 


reportar erro