Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 9 de outubro de 2019 - 11:07


“Quando vi a porta da Universal aberta, vi esperança”

Conheça a história de Adriana Silva e saiba o que ela fez para receber o Espírito Santo

Moradora do bairro Jardim Grimaldi, zona leste de São Paulo, Adriana Silva, de 39 anos, chegou à Universal muito debilitada espiritual e emocionalmente.

Aos 7 anos de idade, ela conta que sofreu um abuso e isso fez com que crescesse cheia de mágoas, angústias e se tornasse depressiva. Além disso, Adriana ainda sofria com a síndrome do pânico, tinha visão de vultos e, para fugir desse quadro terrível que vivia, ela chegou a tentar o suicídio por duas vezes.

“Achava que a morte era o ponto final para as minhas dores, medos e tudo aquilo que eu vivi ainda tão nova. Eu não me aceitava”, comenta.

Mas foi em meio a todo esse sofrimento que Adriana chegou à Universal e, garante: encontrou na fé a solução para todos os seus problemas. E no Espírito Santo, o preenchimento para o vazio da sua alma.

“Estava caminhando pela rua e vi uma porta da Universal aberta, nunca tinha visto a igreja naquele local, mas foi ali que vi a esperança para a mudança da minha vida. Era uma terça-feira, entrei e participei de uma reunião. Continuei a frequentar, até que veio a campanha do Jejum de Daniel. Quando o Bispo Macedo determinou o derramamento do Espírito de Deus, eu fui batizada”, comemora.

Assista ao vídeo abaixo e conheça a história completa de Adriana:

No dia 22 de setembro começou o propósito especial do Jejum de Daniel, em toda a Universal. Desde então, durante 21 dias, as pessoas têm se mantido distantes das coisas seculares, com o objetivo de focar o pensamento, a mente, 100% naquilo que Deus tem falado na Sua Palavra.

O que fazer durante o Jejum de Daniel?

Essa é a última semana do propósito, mas isso não o impede de dar continuidade às lições aprendidas até aqui, lembrando de se abster de informações seculares, como também de se alimentar com conteúdos de fé. Por exemplo: participe dos encontros que acontecem em toda a Universal (veja o endereço aqui).

Acompanhe, também, as mensagens do Bispo Edir Macedo na “Palavra Amiga”. Confira os conteúdos do Univer Vídeo; leia algum livro para a sua edificação espiritual e faça orações ao longo do dia.

Além disso, procure almas para o Reino de Deus. Visite hospitais, portas de presídios e demais lugares onde há oprimidos de espírito. Doe livros espirituais para quem está precisando compreender a fé e reserve momentos de meditação na Bíblia. Não deixe de acompanhar os conteúdos aqui no Universal.org e fique por dentro deste propósito especial.


  • Sabrina Marques / Foto: Reprodução 


reportar erro