Rede aleluia
Quando mais precisou, ninguém te ajudou — e isso te magoou
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 2 de Outubro de 2022 - 00:05


Quando mais precisou, ninguém te ajudou — e isso te magoou

Quando mais precisou, ninguém te ajudou — e isso te magoou

Alguém me disse: “no pior momento da minha vida, ninguém se preocupou. Fui abandonada por meu namorado, perdi o emprego e os mais próximos deram as costas para mim. Ninguém parecia preocupado com a minha dor. Isso me chateou e saí da Igreja”.

Poucos entendem, mas o tapinha nas costas nem sempre ajuda.

Se ninguém o procura no momento de dor, saiba que é o melhor que pode lhe acontecer. Contudo muitos ficam tristes quando não são tratados como gostariam. Você pensa que está desamparado, mas há momentos que ninguém pode ajudá-lo.

Ninguém entrará no Céu de braços dados com alguém. Quando aparecermos diante de Deus não será com pastor, amigos ou pais ao nosso lado. A Salvação é individual e creio que Deus nos prepara para essa ocasião. Por isso, Ele permite que sintamos nesta vida o que é não poder contar com ninguém, a não ser com Ele. Aliás, é quando não temos com quem contar que aprendemos a depender de Deus. Esses momentos, apesar de difíceis, são os melhores para criar uma Aliança com Ele que nunca esqueceremos. Quando clamamos, Ele está conosco, como nenhuma outra pessoa. Nunca mais sentiremos falta da ajuda de ninguém.

O Próprio Senhor Jesus se sentiu abandonado na cruz: “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” (Mateus 27.46). O Pai virou o rosto e não pôde olhar Seu filho para que Ele sentisse o abandono e pudesse tomar nossas dores sobre Si. Quando você diz a Deus que o desampararam, Jesus entende perfeitamente o que você passa.

Em Salmos 77.2 está escrito: “No dia da minha angústia busquei ao Senhor; a minha mão se estendeu de noite, e não cessava; a minha alma recusava ser consolada”. No momento de angústia o salmista se derramou diante de Deus e é isso que você deve fazer.

Quando enfrentamos problemas, pensamos que o mundo todo deve parar e pensar unicamente em nós. No entanto você não sabe as lutas que os outros passam. Talvez eles também estejam esperando uma palavra amiga da sua parte e você não está dando.

Deus nos leva ao deserto para aprendermos a viver de maneira ímpar e em Sua dependência. Isso nos faz fortes e independentes da comiseração e prepara-nos para o dia em que vamos aparecer em frente ao Trono do Juízo. Seja aberto ao que Deus quer, perdoe os outros e peça perdão a Deus por sua imaturidade. Ore pelas pessoas e cresça.


Quando mais precisou, ninguém te ajudou — e isso te magoou
  • Bispo Renato Cardoso / Foto: getty images 


reportar erro