Rede aleluia
Quais as respostas de Deus às nossas orações?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 18 de Julho de 2021 - 00:05


Quais as respostas de Deus às nossas orações?

Ao levar os nossos pedidos a Deus, é necessário estar atento e entender como Ele nos responde

Quais as respostas de Deus às nossas orações?

O Senhor Jesus deixou claro que “aquele que pede, recebe” (Mateus 7.8) e que Ele tem prazer em responder nossas orações. Ao fazer isso, Ele comprova Sua existência e Seu nome é glorificado. Contudo, por não terem imediatamente as respostas que gostariam, muitos acham que Deus não os ouviu e desconsideram que Ele filtra os pedidos para concedê-los conforme a necessidade de cada um de nós.

O Pastor Guilherme Grando, responsável pelo Jejum Coletivo no Templo de Salomão, em São Paulo, destaca que quando uma pessoa apresenta, em oração sincera, suas petições a Deus, ela deve se preparar para que a Vontade dEle seja feita: “quando oramos estamos tirando aquela situação de nossas mentes e depositando-a aos pés do Senhor Jesus e Ele, por sua vez, fará o que é melhor para nós”. Ele diz que, assim como oramos e esperamos uma resposta Divina, Deus também espera algo de nossa parte: confiança. “Nem sempre a resposta vem da forma que gostaríamos, mas, se eu creio que Ele é o Meu Pastor, preciso confiar que Ele me guiará.”

Perseverança, sim; teimosia, não
O Pastor Guilherme lembra que, ao contar uma parábola sobre uma viúva insistente, Jesus revelou o segredo da resposta a uma oração (veja em Lucas 18.1): “a oração precisa vir acompanhada de perseverança. Mesmo que nossos olhos não estejam vendo o que gostaríamos, precisamos perseverar em nossas orações e certamente Deus trará a resposta de que precisamos. Muitas pessoas interrompem o processo do milagre porque param no meio do caminho”, alerta.

É necessário, porém, não confundir perseverança com teimosia: “perseverança é insistir em algo que é da Vontade de Deus; teimosia é quando Deus já deu sinais de que aquilo não é da Vontade dEle e, ainda assim, insistimos”, orienta. Sabendo, então, que toda oração é respondida, mas que nem sempre será como e quando esperamos, veja a seguir as possíveis respostas de Deus.


Quais as respostas de Deus às nossas orações?
  • Núbia Onara / Arte: Eder Santos 


reportar erro