Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 9 de junho de 2019 - 00:05


O importante reconhecimento do estado de Israel

A Medalha Jerusalém de Ouro é concedida por Israel àqueles cujos trabalhos promovem as relações do seu país com aquele e ajudam a construir uma sociedade melhor. A condecoração foi concedida em Brasília, no dia 22 de maio, em celebração aos 71 anos do Estado de Israel, ao presidente da República do Brasil, Jair Bolsonaro, e ao deputado federal Marcos Antônio Pereira (PRB-SP), vice-presidente da Câmara dos Deputados.

Em 29 de maio, foi a vez de o Bispo Edir Macedo receber a Medalha Jerusalém de Ouro das mãos do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, e do cônsul-geral de Israel em São Paulo, Dori Goren, em um encontro realizado no Salão Nobre do Templo de Salomão, em São Paulo, no qual também esteve presente o presidente da RecordTV, Luiz Cláudio Costa.

“O Bispo recebeu esta medalha pelo seu trabalho para melhorar as relações entre cristãos e judeus, entre Israel e Brasil”, disse o embaixador Shelley. “Além disso, pelo que ele faz pela comunidade em geral. Esta medalha é sobre isso, para quem ajuda com seu potencial a melhorar coisas importantes para a comunidade, para o mundo, não só para Israel”, continuou.

O embaixador completou: “A medalha também é para celebrar essa amizade da Igreja Universal conosco, afinal, o pai de todas as nações é Abraão”.

“Quem está com Israel está com Deus”
O Bispo Edir Macedo agradeceu pela homenagem. “Essa aproximação é um casamento bem antigo, que começou lá atrás, com Abraão.

Quem ama Israel ama a Deus e a si mesmo. Quem abençoa Israel é abençoado por Deus. Quem não abençoa Israel é amaldiçoado. A história das nações tem mostrado isso. Quem é a favor de Israel é a favor de Deus, e quem é a favor dEle tem a Sua bênção.”

O líder da Universal e o embaixador de Israel lembraram, juntos, um versículo bíblico que confirma essa verdade, citando-o quase ao mesmo tempo: “Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam.” (Salmos 122.6).

Para o Bispo Macedo, “uma coisa é ter algo reconhecido no privado, outra é quando isso é público. Creio nesse reconhecimento tão carinhoso por parte de Israel para conosco. Temos visitado o país desde 1980, levando caravanas. Ficamos gratos por essa cerimônia de reconhecimento público”, disse.

Com a medalha, o Bispo recebeu um diploma com os dizeres: “Reconhecimento por sua dedicação e compromisso na promoção do fortalecimento das relações entre Brasil e Israel com a realização de ações humanitárias, filantrópicas, econômicas e sociais.”

O cônsul Dori Goren também celebrou a importante união. “O consulado de Israel em São Paulo sempre trabalha em conjunto com a Igreja Universal e a RecordTV. São laços que temos com muita honra, pois vocês são parceiros extraordinários, sabemos que a Universal é uma grande amiga de Israel.”


  • Marcelo Rangel / Fotos: Demetrio Koch 


reportar erro