Rede aleluia

Notícias | 12 de maio de 2019 - 00:05


Novos templos da Universal são inaugurados pelo mundo

Centro de Ajuda em Créteil, na França, e nova igreja no Japão trazem oportunidade da população buscar a Deus

Recentemente, a Universal inaugurou dois locais que facilitam o acesso à Palavra de Deus. Um deles é o Centro de Ajuda da comuna de Créteil, na França. Créteil está localizada nos arredores da capital francesa, Paris, e conta com mais de 90 mil habitantes.

A inauguração contou com a presença de mais de cem pessoas. Anteriormente, as reuniões aconteciam em um hotel localizado próximo ao novo endereço. A Universal está no país há 27 anos.

De acordo com o Pastor Valdeir Santos Mendonça, que ministrou a reunião, “o propósito da Palavra dada no encontro foi despertar a consciência dos novos membros para que eles percebam que os problemas que destroem a vida das pessoas, quase sempre, têm raiz espiritual. É essa raiz que o Senhor Jesus tirou da vida dos que creem”.

O Pastor levou a mensagem de Salvação que Deus deixou na Bíblia e ressaltou o quão importante é ser obediente a Deus e se voltar para as Suas Palavras.

Japão
A Universal também deu mais um importante passo no Japão ao inaugurar a nova sede no país. A instituição, que está lá há mais de 20 anos, locava um imóvel com capacidade para apenas 50 pessoas em um lugar de difícil acesso.

A mudança para o novo espaço aconteceu depois que um empresário japonês viu sua esposa ser curada em uma das reuniões da igreja. Após esse milagre, ele ofereceu seu imóvel para a Universal alugar.

O novo local tem capacidade para 200 pessoas e fica em uma avenida movimentada em Kanagawa, um dos maiores Estados do Japão. Nele, há espaço para a Escola Bíblica Infantil (EBI), sala para reunião e salas para os grupos Calebe, Força Jovem Universal (FJU) e Evangelização (EVG).

A inauguração foi realizada pelo Pastor Fábio Ribeiro, responsável pelo trabalho da Universal no país. Para ele, o novo local facilitará o acesso das pessoas sofridas à Palavra de Deus. “Tenho certeza que muitas pessoas que tinham dificuldades para chegar à Igreja agora não terão mais”, destacou.

Ele esclareceu que o povo japonês terá um local específico para buscar ajuda. “As pessoas terão esse lugar como referência, pois as portas estarão abertas todos os dias, das 7h às 22h.”


  • André Batista e Rafaela Dias / Fotos: Cedidas  



reportar erro