Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 16 de fevereiro de 2020 - 00:05


Namoro Blindado in Concert reúne mais de 40 mil no Anhembi

Foi uma tarde de atrações, diversão, cultura e lições para a vida amorosa

O dia 8 de fevereiro ficará na memória de milhares de pessoas que compareceram ao Namoro Blindado in Concert, evento organizado pela Força Jovem Universal (FJU). O encontro reuniu mais de 40 mil pessoas no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo, e mais de 150 mil no Brasil e no mundo, graças à transmissão feita pelo Univer Vídeo, redes sociais e por meio de videoconferência nos Estados. O público vibrou com espetáculos de dança, teatro, shows musicais, competições e sorteios.

O coordenador da Força Jovem Universal, Celso Júnior, chamou ao palco alguns jovens que contaram como tiveram suas vidas transformadas por Deus. Entre eles estava Luiza Pereira dos Santos, de 22 anos. “Aos 6 anos, eu embalava drogas para o meu pai. Quando completei 9 anos, ele foi assassinado. Cresci rebelde e sentia vontade de chamar atenção com cabelos coloridos, tatuagens, piercings e alargadores. Era reflexo de uma destruição que havia dentro de mim e da tristeza, d angústia e do medo”, disse.

Luiza revelou que se automutilava. Aos 13 anos, passava dias fora de casa e aos 15 anos já era viciada em ecstasy e bebidas alcoólicas. Até que em 2017 ela foi a uma Universal. “Eu não fui julgada e na FJU me estenderam a mão. Eu nunca imaginei que eu poderia encontrar essa felicidade e não a troco por nada.”

Em entrevista à Folha Universal, o coordenador da FJU, Celso Junior, falou que durante a preparação do evento pôde contar com o esforço de todos os jovens. “É uma família de jovens que querem fazer o bem, que querem amizades legais e principalmente querem seguir o exemplo do Senhor Jesus. Na Força Jovem temos vários projetos para acomodar o talento de todos eles”, disse.

Amar de ouvido
O momento mais aguardado foi a palestra com os autores do best-seller Namoro Blindado, Renato e Cristiane Cardoso. Renato iniciou a mensagem explicando o que é amar de ouvidos. “Tudo o que você vem fazendo até aqui na sua vida amorosa entrou primeiro pelo seu ouvido.” Cristiane informou que muitos se tornam resultado daquilo que escutam durante a vida. Para exemplificar, ela falou de algumas filhas que ouvem das mães que não devem depender dos homens. “Lá na frente essa mulher não vai conseguir estar em uma parceria a dois porque ela se tornou individualista”, declarou.

Renato também orientou que tudo o que a pessoa ouve desde o nascimento forma quem ela é e ainda acrescentou que inúmeras vozes se multiplicam na mente e formam um bombardeio de ideias.

Ele alertou que o grande problema das pessoas é o fato delas darem ouvidos a quem não tem nada de bom para lhes ensinar. Ele citou o exemplo de pessoas que seguem as dicas amorosas de celebridades que vivem inúmeras frustrações.

“Elas estão olhando para essas fontes e absorvendo ideias ruins e sem questionar a quem estão seguindo e por que estão se comportando desse jeito. Elas não se questionam, apenas absorvem essas palavras que se traduzem em comportamentos destrutivos no amor.”

Resultado
Entre os que assistiam atentos à palestra estava Lenira Bueno Almeida, de 30 anos, e José Henrique Sousa Almeida, de 25 anos. Casados há dois anos, eles disseram que aprenderam a viver o amor inteligente. “Eu vim de uma família em que todos tinham relacionamentos destruídos. Não acreditava que poderia ser feliz no amor”, disse Lenira.

Frequentando a FJU, Lenira conheceu José Henrique, que também já havia errado nas escolhas amorosas. “Decidi investir na vida sentimental, ir às palestras e praticar o que lia no livro Namoro Blindado. E, quando nos julgamos prontos para um relacionamento, livres de traumas do passado, iniciamos o namoro e ele foi diferente de tudo que já havíamos vivido”, contou José Henrique.

Sem errar
Renato Cardoso deixou uma dica para o leitor da Folha Universal: “ler e praticar o livro Namoro Blindado, que desafia os conceitos de relacionamento. Tenho certeza que ninguém tem o desejo de se casar e divorciar, sofrer com relacionamentos que não deram certo, perder um grande amor ou casar errado. Ninguém quer isso”.

Cristiane aconselhou quem já errou como se corrigir: “é preciso avaliar onde errou, se preparar para o próximo relacionamento e avaliar bem a pessoa. Esses são alguns acertos que evitarão sofrimentos futuros”.


  • Kelly Lopes / Fotos: Demetrio Koch 


reportar erro