Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 1 de julho de 2018 - 03:05


Mulheres que endeusam seus maridos

O relacionamento amoroso procede de outros dois e se houver desordem entre eles a mulher pode enfrentar grandes dificuldades

Muitas mulheres fazem de seus maridos uma espécie de bote salva-vidas, a última bolacha do pacote, o centro do universo, a estrela maior, uma espécie de Zeus da mitologia grega. Seus planos giram em torno deles e elas chegam a tolerar tudo para tê-los “por perto”. Traições, depreciação, migalhas de amor, pouco-caso e uma lista longa de maus-tratos. É como se elas dissessem aos maridos “faça o que quiser, mas continue comigo”, quando o recado que passam, na verdade, é de que não têm amor-próprio.

Em seu blog, a escritora Cristiane Cardoso aponta que o relacionamento amoroso é fruto de outros dois relacionamentos. “Se a mulher não tem os dois primeiros, o terceiro paga um preço alto e acaba se desgastando. Como o próprio Senhor Jesus resume todos os mandamentos: ‘Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento’. Este é o grande e primeiro Mandamento. E o segundo, semelhante a este, é ‘Amarás ao teu próximo como a ti mesmo’ (Mateus 22.37-39)”, conta. Ou seja, a ordem é a seguinte: amar a Deus, a si mesmo e, então, ao próximo.

Um amor maior do que eu?

“Se você não ama a si mesma, não saberá amar o teu próximo”, pontua Fernanda Lelis, coordenadora nacional do Projeto Raabe, que presta assistência às mulheres que sofreram e carregam traumas do passado. Fernanda acredita que a “romantização” de certos padrões tem permitido que a frase “vale tudo por amor” cause grandes estragos na vida de muitas mulheres.

Elas desrespeitam seus próprios corpos, se desvalorizam e sofrem abusos de todas as formas, por não conhecerem os padrões baseados no que o Autor do Amor propõe. “Em nome desse ‘amor’, mulheres procuram desculpas para continuar no relacionamento, sem se dar conta de que são emocionalmente dependentes. Vemos muitas confundirem amor com atitudes emotivas, o que as faz se sentir inferiores. Mas, quando se obtém o Amor Verdadeiro, da Fonte certa, é possível estabelecer limites e ter força para fazer o que é correto”, alerta.

A ordem dos fatores

Fazer de seu marido o seu sol definitivamente não colabora para que O casamento de vocês seja bem-sucedido. Para corrigir as coisas e se consertar consigo mesma, sua ficha precisa cair. Você diz que seu marido é tudo para você? Acredita que sem ele seu mundo não existe? Não aceita nem ouvir o verbo perder e, por isso, tolera qualquer coisa vinda dele? Esses são sinais de desordem em sua vida. Além de conhecer a Deus, você precisa, merece e pode investir em si mesma, começando a elevar o seu próprio valor.

Autoconhecimento

Um curso chamado Autoconhecimento tem levado reflexões a mulheres do Brasil inteiro. Em São Paulo, uma nova turma terá início no dia 10 de julho, às 19 horas, no 10º andar do Templo de Salomão. Ele também acontece em outras cidades e Estados. Para obter mais informações, entre em contato pelo WhatsApp (11) 95349-0505 ou pelo site godllywood.com/projetoraabe/.


  • Por ?Flavia Francellino / Foto: Fotolia  


reportar erro