Rede aleluia
Já pensou em ter um negócio instagramável?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 3 de Julho de 2022 - 00:05


Já pensou em ter um negócio instagramável?

Veja como fomentar o boca a boca virtual e aumentar a exposição do seu empreendimento

Já pensou em ter um negócio instagramável?

Quem já não teve vontade de tirar fotos ou fazer um vídeo com os personagens da interminável saga Star Wars ou com os heróis das revistas em quadrinhos que estão presentes no último filme em cartaz nos cinemas e depois postar na internet? Se antes ambientes temáticos já propiciavam esse tipo da ação, agora existem empreendimentos com espaços segmentados que estão atraindo e conquistando o público, além de se tornarem uma tendência cada vez mais usada no mercado. São os chamados negócios instagramáveis.

De acordo com Brunno Ortiz, de 30 anos, gerente de operações da IWM Agency, agência especializada em marketing de influência, esse tipo de ambiente pode ser visto em vários segmentos. “Eles nada mais são do que um local dentro de uma empresa ou de um empreendimento, seja público, seja privado, que recebe um ambiente que seja temático e harmônico com o negócio. Muitos anos atrás, nós víamos em bares as asas de anjo pintadas na parede e as pessoas aproveitavam para tirar fotos. Hoje, o brasileiro está percebendo rapidamente a força desse tipo de negócio e usando a sua criatividade para investir”, avalia.

Segundo Ortiz, a origem desse modelo de empreendimento pode ter relação direta com as redes sociais. “Ele nasceu muito dos cenários que os influenciadores montam para criar conteúdo. É onde você consegue tirar fotos lindas, fantásticas. As pessoas acabam inconscientemente indo lá para visitar, primeiro pela foto, e terminam conhecendo o empreendimento. Hoje é possível contratar ambientes instagramáveis para festas. Fui a um casamento que tinha três deles”, exemplifica.

Ortiz analisa que o ambiente instagramável não se restringe somente ao local em si. “O mais importante é trazer uma experiência para o cliente. Hoje, por exemplo, em uma hamburgueria old school, já não vemos mais o prato, mas a tábua em que o hambúrguer vem, ligada à imagem do negócio. É tudo muito bem pensado para envolver o cliente e mexer com o lado psicológico dele”, analisa.

Ele estabelece uma relação desse tipo de ambiente com uma viagem. “Quando viajamos, costumamos procurar um lugar bonito para tirar uma foto e o ambiente instagramável é esse local. A diferença é que se tornou uma forma de negócio. O fato de o lugar ser bonito e trazer uma experiência nova chama muito a atenção das pessoas. O principal benefício é mostrar para elas que o seu empreendimento possui algo assim: uma vez que a pessoa esteja lá, você consegue trazê-la para conhecer o seu negócio ou seu produto”, ressalta.

Ortiz afirma que para montar um ambiente instagramável o custo não precisa ser alto. “Quanto mais você investir, melhor, mas o investimento não precisa ser grande. Se eu fosse montar um ambiente hoje contrataria um arquiteto ou um designer de interiores. Pode ser até em um espaço pequeno. O principal ponto é trazer uma proposta para o seu ambiente, trazer um tema para o seu negócio. A criatividade é o que vai mandar nesses ambientes.”

Ortiz, no entanto, considera que, além de pensar bem em como compor o ambiente instagramável, é preciso também estimular as redes sociais: “isso acaba criando um boca a boca virtual. O mais importante é focar muito na composição desse ambiente. Você deve fazer publicações dele, mas elas nunca podem ultrapassar a frequência dos demais conteúdos do seu negócio. Não precisa falar necessariamente do ambiente, mas pedir a um colaborador para fazer fotos ou vídeos nesse local e postá-los. Isso já deixa subentendido que o ambiente existe dentro do seu negócio e chama a atenção dos clientes”, conclui.

Direção certa
Se você quer atrair mais clientes para o seu negócio, faça como milhares de pessoas que estão encontrando soluções baseadas na Palavra de Deus ao fazer uma Aliança com o Criador. Participe do Novo Congresso para o Sucesso. Os encontros ocorrem às segundas-feiras em todas as igrejas da Universal. No Templo de Salomão, em São Paulo, as reuniões acontecem às 7h, 10h, 12h, 15h, 18h30 e 22h.


Já pensou em ter um negócio instagramável?
  • Eduardo Prestes / Foto getty images / Arte: Eder Santos 


reportar erro