Rede aleluia
“Driblando a Fome”, em SP, arrecada 220 toneladas de alimentos
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 6 de Junho de 2022 - 08:09


“Driblando a Fome”, em SP, arrecada 220 toneladas de alimentos

Confira como foi o evento que reuniu mais de 30 mil pessoas na Arena Barueri, na grande São Paulo

“Driblando a Fome”, em SP, arrecada 220 toneladas de alimentos

No sábado (4), na Arena Barueri, na grande São Paulo, aconteceu mais um evento “Driblando a Fome”. Trata-se de uma inciativa da Universal, por meio do programa Unisocial, para combater a fome que tem atingido, principalmente, as famílias de baixa renda por todo País.

Estados onde as ações já aconteceram:

As ações de combate à fome do Unisocial (como, por exemplo, a “Corrida contra a Fome” e “Driblando a fome”) tiveram início em dezembro de 2020 e ocorreram em vários estados. Entre eles: Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Maranhão, Pernambuco, Paraíba, Espírito Santo, Brasília, Alagoas, Ceará, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Clique aqui e confira todas as ações do Unisocial.

“Driblando a Fome” na Arena Barueri:

No sábado, foi a vez de São Paulo. Às 11h, já havia uma grande movimentação de pessoas nos arredores da Arena Barueri, que chegavam em ônibus fretados vindos de todas as partes da cidade de São Paulo, grande São Paulo e algumas cidades do interior. Às 14h, quando o evento começou, o estádio estava lotado. A alegria das pessoas era contagiante.

Apresentações iniciais:

Antes da tão esperada partida de futebol, ocorreram apresentações musicais com a Banda da FJU (Força Jovem Universal), a Banda da Polícia Militar, o cantor Gibi – ex Originais do Samba -, além de apresentações de dança da FJU.

Entre uma apresentação e outra, a jornalista Marcela Araújo, da Record TV, interagiu com o público, ao lado de Marcelinho Crivella e do ator Raphael Montagner, que está no elenco da nova série “Todas as Garotas em Mim”, que estreará na terça-feira (7), na Record TV.

Oração inicial e mensagem de fé com o Bispo Renato Cardoso:

Antes da partida, o Bispo Renato Cardoso, responsável pela Universal no Brasil, ressaltou que não se tratava de um evento da Universal, mas, sim, da fé. Em seguida, ele fez uma oração em favor das pessoas necessitadas e por todos os participantes do evento que estavam passando por lutas, conflitos familiares, doenças, desemprego, entre outros problemas.

“Quando a gente fala em ‘fome’, logo se pensa em uma fome física. Mas, Jesus disse: ‘Eu sou o pão da vida, aquele que vem a Mim não terá fome e quem crê em Mim nunca terá sede’. Jesus alimentou multidões de famílias com pão e peixe. Jesus sempre demonstrou preocupação com a condição física e material das pessoas. Deus Se compadece com a nossa a condição física e material. Na oração do Pai Nosso, Ele demonstrou isso, quando disse para pedirmos o pão nosso de cada dia”, apontou o Bispo Renato.

Contudo, ele acrescentou sobre a importância da fome espiritual também ser saciada. Porque, um dia, todos nós vamos deixar este mundo.

  • “Com fome ou com fartura, nós vamos morrer. E, sobretudo, Jesus falou assim: ‘Eu sou o pão vivo que desceu do céu, se alguém comer deste pão viverá para sempre’. Então, o pão que o Senhor Jesus nos dá, o alimento espiritual, nos capacita para vivermos para sempre, ou seja, vencer até a morte. Ele disse que só há um caminho que nos leva ao Pai: ‘Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por Mim’. Quer dizer, Ele não deu uma religião como caminho para o Pai (nem a evangélica, nem a católica, nem a espírita, nem a umbandista, nenhuma). Então, se você aceitar esse ‘pão’ que Ele lhe der, se você comer deste ‘pão’, que é Ele mesmo, você nunca mais terá fome de vida nesta vida e ainda terá a vida eterna”, afirmou.
Amigos do Gottino x Amigos do Luiz Fabiano:

Na escalação do time “Amigos do Gottino”, estava o Bispo Marcelo Moraes (foto ao lado, à direita). E na dos “Amigos do Luiz Fabiano”, estava o Bispo Leandro Zangarini. Porém, todos estavam unidos em um mesmo propósito: combater a fome.

  • “Por meio do esporte, podemos fazer coisas maravilhosas. A gente viu, aí, na história recente, que o Pelé parou uma guerra. Eu me sinto muito privilegiado de poder estar aqui e poder ajudar de alguma maneira e, de alguma forma, retribuir todo o carinho que eu recebi da torcida brasileira durante toda a minha carreira. É um prazer enorme estar participando. Vou ultrapassar até um pouco os meus limites, porque eu operei o joelho duas vezes. Mas, por esta causa, vale tudo”, declarou Luiz Fabiano, ex-jogador da seleção brasileira.

O Bispo Marcelo Moraes, que também já jogou profissionalmente, enfatizou o real objetivo da partida.

  • “O combate contra a fome é o que está valendo. Este trabalho é pra isso. Porque, a gente sabe que milhões de brasileiros têm passado fome. O esporte tem resgatado muitas vidas, tirando o jovem da criminalidade, das drogas. E, agora, por meio do futebol, nos unimos no propósito de arrecadação de alimentos não perecíveis. E, com certeza, inúmeras famílias serão salvas com esta iniciativa”.
Também prestigiaram o evento:

O prefeito da cidade de Barueri, Rubens Furlan, Bispos e Pastores da Universal (acompanhados de familiares) e os familiares e amigos dos jogadores e atores da Record TV prestigiaram o evento e demonstraram o apoio à causa.

Entres eles, estava o Bispo André Santos, que também é vereador de São Paulo, já no seu segundo mandato, pelo partido Republicanos.

  • “Por causa deste desemprego, a fome está imperando. Muita gente procurando postos de doação de alimentos para poder suprir as necessidades da família. Então, hoje, esse evento irá arrecadar alimentos para que a gente consiga ajudar, de alguma forma, a pessoa a se manter até que as portas do emprego sejam abertas e, é claro, também buscar a ação de Deus na vida das pessoas”, disse.

O Bispo Maurício Campos (foto ao lado, ao centro), por sua vez, destacou que a Universal atua em favor da solidariedade desde a fundação.

  • “Não importa onde, não importa com quem. O que a gente faz é um mandamento de Deus: o amor ao próximo. O Bispo Macedo colocou, há uns 15 anos, uma mensagem nas camisas da Evangelização: ‘Quem pensa no próximo, pensa como Deus’. Então, aí está todo o trabalho da Igreja Universal: pensar no próximo, pensar como Deus, ajudar, cuidar e levar dignidade às pessoas. Este é mais um evento de tantos que já passaram e de tantos que vão surgir”, declarou.
Responsabilidade social:

O ator Igor Cotrim (foto à esquerda), que interpretou o personagem Eliúde na superprodução Reis, também jogou na Arena Barueri e falou sobre a responsabilidade social da classe artística.

  • “O teatro grego mostrava os assassinatos, as brigas, os roubos e todos os contraexemplos para provocar uma catarse na sociedade. Então, o artista tem esta função social”, destacou.

Para o ator Raphael Montagner (foto abaixo), que integra o elenco da Record TV há quase 9 anos, participar do “Driblando a Fome”, na Arena Barueri, é uma honra, especialmente por conta do propósito.

  • “Você vê que Deus atua em todos os segmentos. Eu sou da arte e, aqui, o que está acontecendo é o esporte. Deus atuando no esporte com uma única finalidade: ajudar pessoas com vulnerabilidade social e levar cestas básicas para a casa dessas pessoas que não têm condições. Então, poder participar deste show que está acontecendo aqui, é único. É um sinal positivo, na minha vida, que eu nunca vivi. É um momento ímpar na minha vida como cristão”, ressaltou.
Da distribuição dos alimentos arrecadados:

Os alimentos arrecadados serão destinados às famílias carentes e instituições previamente cadastradas no programa Unisocial.

O pai de santo Caio Luiz de Oliveira (foto abaixo, o segundo da direita para esquerda), representante da casa Ilê Asé Oní Aladá Megi, uma das instituições beneficiadas pelas doações, destacou que o evento é um gesto humanitário maravilhoso e que as doações recebidas serão entregues na própria comunidade para as pessoas que realmente necessitam.

  • “Além de pensar sobre tudo o que o Bispo falou, eu também estou me divertindo. O jogo está muito animado. Fui muito bem tratado. Todos nós fomos muito bem tratados. Todos foram muito educados. Está sendo muito bacana para a gente”, disse.
Cristianismo na prática:

Sobre o evento, o Bispo Renato declarou:

  • “Jesus disse que se a gente quer servir a Ele, fazer algo por Ele, temos que fazer pelo próximo, pelas pessoas necessitadas. Quando fazemos isso para o próximo, estamos fazendo por Ele. Então, é o cristianismo na prática. Não é olhar religião, a situação da pessoa, é olhar o seguinte: se eu tenho condições de ajudar, por que não vou ajudar? Então, o evento é isso. No momento em que, desde a pandemia, as famílias, especialmente, de baixa renda, foram atingidas em cheio com a falta de renda, o desemprego, a fome, os eventos vieram para atingir essas necessidades e ajudar essas pessoas. É o mínimo que podemos fazer. Nós não estamos fazendo para ter louvores de ninguém, é uma obrigação. E se nós tivermos pessoas de todas as religiões fazendo isso pelo próximo, seria muito bom”, observou.

Sobre a participação e motivação das pessoas que compareceram, ele ressaltou:

  • “É em um evento como esse que a gente sente orgulho de ser Universal. Porque, não tem povo igual. Um povo motivado, ativo, participativo e que faz a diferença. Eu fico pensando: se as pessoas, de um modo geral, tivessem esse mesmo pensamento com o próximo, o quão diferente nossa missão seria”.

Pelos números:
  • 220 toneladas de alimentos foram arrecadadas.
  • 30 mil pessoas compareceram à Arena Barueri.
  • Resultado do jogo: 7×4 para os Amigos do Luiz Fabiano. Mas, o que realmente importa é que o principal objetivo foi atingido: driblar a fome e colocar a comida na mesa das famílias brasileiras.

Acompanhe a reportagem exibida pelo Jornal da Record:

Confira mais fotos do evento:


“Driblando a Fome”, em SP, arrecada 220 toneladas de alimentos
  • Jeane Vidal / Fotos: Guilherme Branco, Mylena Novais 


reportar erro