Rede aleluia

Notícias | 28 de novembro de 2019 - 12:36


Como lidar com o estresse na sala de aula?

Palestra para profissionais da educação, realizada no Templo de Salomão (SP), abordou o assunto

O estresse na sala de aula é uma situação que há décadas atinge professores, alunos e, por consequência, a sociedade. Um dos motivos é que os problemas familiares refletem na escola, por meio de mau comportamento, violência, agressões e desrespeito. Os profissionais da educação, sem amparo, ficam sem saber o que fazer e se tornam vítimas.

Por isso, o projeto “EducaAção”, em parceria com o “Namoro Blindado nas Escolas” e “Escola de Mães”, realizou uma palestra especialmente para eles. O encontro aconteceu recentemente e a psicóloga Jussara Bomfim abordou o tema de estresse e violência nas escolas.

“Também trabalhamos a autoconfiança desses profissionais, a fé na sua profissão, nos alunos e, obviamente, mostramos a nossa fé inteligente, racional. Nossa ideia é, uma vez por mês, discutir assuntos para melhorar o ambiente na sala de aula”, diz o Pastor Walber Barboza, responsável pelo grupo.

Cerca de 180 pessoas participaram do momento, que aconteceu no Templo de Salomão, em São Paulo. A equipe do projeto também oferece atendimento para alunos, pais, professores, combate a automutilação, o bullying, a depressão e o suicídio.

Benefício coletivo

A diretora Vilma Cândido esteve presente e afirmou que as palestras ajudam a criar uma conexão entre estudantes, familiares e a escola.

“A partir do momento em que eu entendo minhas emoções, consigo entender as emoções do meu aluno e criamos uma parceria entre eles, sua família e professores. Quando há essa conexão, o aluno desenvolve a autoconfiança, descobre seus talentos e, assim, ajuda a criar um mundo melhor”, afirma.

Ana Aparecida Batista dos Santos, de 49 anos, é professora e participava pela primeira vez do encontro. Ela reforçou que a troca de experiências ajuda na relação com as crianças e adolescentes.

“Essa parceria é importante, pois nos orienta e nos ajuda a orientar os alunos. Trocamos experiências e isso é muito importante na condução das atividades na escola”, falou.

A união faz a força

O “Namoro Blindado nas Escolas” também conta com a parceria do grupo “Escola de Mães”, que está presente em eventos que trabalhem com a família.

“Oferecemos não só apoio emocional, mas espiritual; ensinamos a necessidade do professor se fortalecer. Porque se ele não está bem emocionalmente, não pode dar nada aos alunos”, reforça a responsável Néia Dutra.

A Força Jovem Universal (FJU) também está presente para realizar ações e apoiar por meio do projeto Help, de combate ao suicídio.

Para mais informações, ligue ou mande mensagem no WhatsApp (11) 99347-1678 ou (11) 97066-9946.


  • Rafaella Rizzo / Fotos: Cedidas 


reportar erro