Rede aleluia
Como a TV prejudica seus filhos
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 3 de junho de 2020 - 00:52


Como a TV prejudica seus filhos

Cada hora diária em frente às telas aumenta a chance de desenvolverem transtornos. Entenda

Como a TV prejudica seus filhos

Cada hora diária perdida em frente à televisão aumenta em 9% o risco de crianças desenvolverem Transtorno de Défict de Atenção e Hiperatividade (TDAH). É o que aponta um artigo publicado no periódico britânico Archives of Disease in Childhood.

O estudo foi realizado pelo especialista Aric Sigman. Ele aponta a necessidade de os pais controlarem o tempo das crianças em frente às telas, pois os prejuízos neurológicos podem ser graves.

Outro estudo, este realizado pela Universidade de Toronto (Canadá), avaliou o comportamento de mil crianças com idades entre seis meses e dois anos. Os resultados indicam relação direta entre o tempo de uso de aparelhos como celulares e o atraso no desenvolvimento da fala. Quando uma criança utiliza esses aparelhos por, pelo menos, 30 minutos ao dia, têm o desenvolvimento da linguagem atrasado em 49%.

Cuidado na quarentena

Durante a pandemia de COVID-19, quase todas as escolas e creches pausaram as atividades. Até mesmo porque algumas estão enviando material de estudo aos alunos, assim, o tempo de tela das crianças tende a aumentar.

Por isso, os pais devem se esforçar para equilibrar as atividades dos filhos. Deixá-los em frente ao computador, ao celular ou à televisão, indefinidamente, pode causar os problemas citados acima, além de muitos outros.

A coordenadora da Escola de Mães, Neia Dutra, orienta os pais a utilizarem a criatividade para interagir com as crianças. A educadora, inclusive, ressalta que “essa é a oportunidade de se reaproximar dos filhos, já que a correria do dia a dia distanciou muitas famílias”.

“Essa é uma boa oportunidade para os pais se aproximarem emocionalmente de seus filhos, contando como era sua infância quando não tinham a tecnologia para distraí-los. Conte e ensine-os sobre as brincadeiras que faziam como, jogo da velha, telefone de lata e barbante, stop, passa-anel, estátua, dentre outras”, orienta Dutra.

Essas atividades, além de tirarem os pequenos de frente das telas, auxiliarão no desenvolvimento cognitivo dos mesmos. Ademais, aproximarão pais e filhos.

Participe da Escola!

Mesmo durante a quarentena, a Escola de Mães segue ativa, auxiliando pais a educarem e desenvolverem uma relação saudável com seus filhos. Por meio das redes sociais, são disponibilizadas dicas, conselhos e esclarecimento de dúvidas dos pais.

Em junho, por exemplo, será realizada uma live no dia 14 próximo, a partir das 16h.

A live será transmitida pelo Instagram. Clique aqui para curtir a página e receber a notificação quando a transmissão iniciar.


Como a TV prejudica seus filhos
  • Andre Batista / Foto: Getty Images 


reportar erro