Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 30 de setembro de 2018 - 18:00


A palavra que bloqueia o seu sucesso

Conheça a história de uma menina que nasceu sem as mãos e venceu um concurso de caligrafia

Há histórias de superação que nos inspiram e merecem ser divulgadas. Uma delas é a da jovem Anaya Ellick, de 9 anos, que nasceu sem as mãos e surpreendeu o mundo ao vencer um concurso de caligrafia cursiva em sua escola na cidade de Chesapeake, na Virgínia, Estados Unidos.
Estudante do 3º ano do ensino fundamental, na Greenbrier Christian Academy, sua letra foi eleita a mais bela entre 50 estudantes, rendendo um prêmio de mil dólares à garotinha.
Mas essa não é a primeira vez que isso acontece. Em 2016, quando estava no 1º ano, ela também venceu o concurso. “Eu quero me desafiar. As pessoas disseram que eu não poderia fazer isso, mas eu apenas respondi: ‘sim, eu posso”, contou Anaya em entrevista à uma emissora local.
Superação
Felizmente a menina não permitiu que a palavra ‘não’ a impedisse de alcançar seus objetivos e sua atitude ensina a nós, adultos, uma preciosa lição. “Essa palavra é um grande bloqueio para o sucesso e o crescimento, pois impõe limites ao ser humano e, para muitos, é um hábito cultivado desde a infância”, explica o Bispo Edson Costa.
Há pessoas que tiveram a visão limitada pelos pais ou pelo meio em que cresceram. Sempre ouvindo que não podiam vestir, comer ou fazer determinadas coisas por não terem condições financeiras, intelectuais, etc. Consequentemente, elas eram impedidas de ir além e, com o tempo, se acomodaram.
“O ‘não’ tenta lhe jogar para baixo, lhe atrasar, mas Deus usa o desprezo como motivação e as dificuldades como combustível para a luta. Tudo depende da maneira como se reage diante da negativa. Não aceite o ‘não’ como resposta, combata os limites que as pessoas, a sociedade e a vida lhe impuseram até hoje”, afirma o Bispo.
Para Deus, nada é impossível e quando você une essa fé ao esforço e à autoconfiança começará o processo do milagre e da transformação de sua realidade.
A partir de hoje faltarão 91 dias para o ano acabar. Baseado nisso, o encontro da Nação dos 318 será realizada baseado no Salmo 91. Venha receber as bençãos que esse Salmo guarda para você. Acompanhe no vídeo abaixo a chamada para o evento:

Templo de Salomão fica localizado na Avenida Celso Garcia, 605, no Brás, zona leste de São Paulo. Para outras localidades, vá à Universal mais próxima. Encontre o endereço aqui.


  • Rafaella Rizzo / Fotos: Reprodução 


reportar erro