Rede aleluia
A fé que agrada a Deus envolve o sacrifício vivo
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 12 de Setembro de 2021 - 00:05


A fé que agrada a Deus envolve o sacrifício vivo

A fé que agrada a Deus envolve o sacrifício vivo

“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12.1-2).

Nesta passagem, o apóstolo Paulo falava com os romanos, que àquela altura se converteram e passaram a adorar o Deus Vivo. Eles estavam acostumados com mentiras, prostituição, pornografia, tudo o que não prestava e, por isso, era difícil levá-los a uma vida de negação à carne. O segredo que Paulo revelou para que eles mantivessem a fé era apresentar seus corpos em sacrifício vivo.

Da mesma forma, para manter a fé você tem que se apresentar a Deus como um sacrifício vivo, ou seja, estando com o corpo bem, santo e sem pecado. Ocorre que muitas pessoas não entendem isso. Elas têm fé para dar oferta e sacrificar joias, carro e casa, mas não têm fé para deixar o pecado. Elas têm fé para ganhar dinheiro, terem a família abençoada, alcançarem outras bênçãos, mas não têm fé para sacrificar os desejos da carne e, assim, manterem a própria fé.

Portanto, se você apresentar seu corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, automaticamente será selado com o Espírito Santo e terá a sua mente renovada. Contudo, se você apresentar a Deus um culto que envolve emoções e sentimentos, vai se iludir.


A fé que agrada a Deus envolve o sacrifício vivo
  • Bispo Edir Macedo / Foto: Getty Images 


reportar erro