O segredo do sucesso está na gratidão

Por Katherine Rivas / Fotos: Fotolia

Gratidão. Certamente você já ouviu falar dessa palavra muitas vezes e já se questionou qual seu verdadeiro significado. Ser grato é um ato de humildade em reconhecer algo, além das nossas forças, que contribuiu para o nosso bem-estar.


Segundo a psicotraumatologista Suely Moliterno, a gratidão é consequência da felicidade. Pessoas mais gratas são felizes, não guardam medos nem mágoas, nem nutrem sentimentos de culpa. “A gratidão é uma porta que se abre por dentro. É importante, além de expressar gratidão, realmente senti-la”, afirma.

A psicóloga Fabiana Soares dos Reis acrescenta que “a gratidão é uma lei da atração, pois só recebemos aquilo que desejamos”, alerta.

O ponto de partida

A advogada Samara Duarte fez da gratidão o ponto de partida para seu crescimento espiritual e pessoal. Samara, que não tinha esse costume, passou a agradecer pelas grandes conquistas e ganhos materiais, além das pequenas coisas, como um simples dia de sol. Com o passar do tempo, os sentimentos ruins que ela alimentava antes, como a arrogância e a inveja, foram substituídos por humildade e admiração. “Eu pude experimentar a gratidão com meu pai adotivo. Ele foi traído e, mesmo não sendo sua filha legítima, me criou como a preferida dele entre os meus irmãos. Ele nunca deu ouvidos às críticas das pessoas, que debochavam dele. Por essa prova de amor comigo sou grata a ele”, relata.

Os benefícios

De acordo com os princípios da neurociência, nosso cérebro produz aquilo que acreditamos. Uma pessoa grata consegue enxergar as dádivas, está bem consigo mesma e atrai coisas positivas e, dessa forma, recebe ainda mais benefícios. Alguns deles são equilíbrio emocional, redução de ansiedade, da insônia e da agressividade e ausência de estresse pós-traumático. Pessoas gratas são mais alegres, vivas e espertas.

Um estudo realizado pelo psicólogo Alex Madeira, publicado no Journal of Research in Personality, em 2008, prova que a gratidão pode reduzir a frequência e a duração da depressão.

Para Suely Moliterno, pessoas gratas estão motivadas a se cuidar mais, fazer exercícios físicos, além de conseguirem dormir bem e acordar dispostas. “Quando você é grato não está mais preso aos sofrimentos que seu apego gerava, o que auxilia na saúde”, comenta a psicotraumatologista.

Relação com as finanças

A gratidão também garante prosperidade profissional e financeira. Pessoas gratas têm mais facilidade para se relacionar e inspiração para evoluir e acreditar no seu potencial. Segundo a psicotraumatologista, a relação é intrínseca com a abundância. “Ao ser grata, a pessoa enxerga o chefe como parte desta abundância de vida e passa a trabalhar com amor e perfeição. Mas, se passar a enxergar de forma particular e não for agradecida pelo que tem, dará lugar às mágoas, nada vai dar certo e o salário não terá como render”, exemplifica.

Empecilhos e estratégias

Você já parou para pensar que à procura de qualidade de vida e de sucesso no futuro, nunca agradeceu o seu presente e está insatisfeito? A psicotraumatologista adverte quanto à existência de dois inimigos da gratidão: a ansiedade e a insegurança. Na tentativa de antecipar as coisas, esquecemos do presente e vivemos presos ao amanhã.

“O ideal é viver como se cada dia fosse o último, mas isso não significa que não devemos ter metas nem planejar o futuro, mas sim agradecer pelas conquistas que tivemos até agora e como elas nos ajudaram na realização dos sonhos”, comenta a psicóloga Fabiana Reis.

Ela afirma ainda que as emoções positivas se desgastam rapidamente e por isso sempre queremos e buscamos coisas novas, mas é importante não nos escravizarmos. É como diz o texto bíblico de Provérbios 12, capítulo 25: “A ansiedade no coração do homem o abate, mas a boa palavra o alegra”.

Por onde começar?

Suely Moliterno recomenda quatro atitudes para ser grato: estude, trabalhe, ame e sirva ao próximo. “Você vai desenvolver conhecimento, sabedoria, alegria de viver experiências novas e vai projetar isso nas suas relações. Sentirá satisfação pelos desafios.”

A advogada Samara Duarte, que passou a ser mais grata ao pai adotivo, diz que o sentimento é igual ao de receber um presente, praticar um hobby ou comer algo saboroso. “Só que proporciona uma sensação de bem-estar cujo efeito é mais duradouro”, conclui.

Como começar

Dicas da psicóloga Fabiana Soares dos Reis para a prática da gratidão no dia a dia

- Leia livros sobre o tema, acompanhe blogs e páginas no Instagram

- Faça uma lista dos seus desejos no início do ano e sempre que conquistá-los agradeça às pessoas que o ajudaram a alcançá-los

- Ame e sirva ao próximo

- Escreva em um caderno ou papel os motivos para ser grato. Quando passar dificuldades, releia os pontos

- Afaste a negatividade e os pensamentos ruins com boas atitudes

- Repare na preciosidade das coisas simples da vida

- Reconheça, valorize e cuide do que você tem

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach e Eliana Caetano

Editora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Maria do Rosário, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 3321-5244

Endereço: Rua dos Missionários, 139, Santo Amaro - São Paulo (SP)

Cep: 04729-000