O preço da honestidade

Por Andre Batista / Imagem: Reprodução Youtube

A disputa chegava ao final e o esgrimista tcheco Jiri Beran estava perdendo por 2 pontos. Já no tempo extra, era preciso buscar 1 ponto para iniciar uma reação. Qualquer pequena vantagem que pudesse obter daria fôlego para tentar a vitória contra o brasileiro Athos Schwantes.

No entanto, quando o juiz apontou o 4º ponto de Beran, ele foi o primeiro a desmentir a marcação. O 5x4 permitiria que ele seguisse na busca por uma medalha olímpica, ao passo que a manutenção do 5x3 o eliminaria da competição. Ele optou por ser eliminado.

Acontece que as roupas dos esgrimistas acendem luzes quando eles são tocados pela espada adversária. Ao ver a sinalização, a arbitragem acreditou que era ponto para o tcheco, mas ele informou que ele mesmo havia se tocado irregularmente. Resultado: Beran não ganhou a disputa, mas ganhou a admiração e o respeito de Schwantes e de todos os presentes.

“Estávamos entrando na linha de guarda de novo para se reposicionar, já mudado o placar com 5 a 4, e ele falou para o árbitro: ‘Toquei em mim mesmo’”, afirmou Schwantes após a prova. “E aí foi por isso que bati palmas para ele e agradeci. Era um momento muito crítico. Isso mostra o que é o espírito olímpico.”

Embora em um primeiro momento pareça que apenas Schwantes tenha ganhado com a atitude de Beran, a verdade é que o atleta tcheco foi o maior beneficiado.

Em seu blog pessoal, o bispo Júlio Freitas explica que uma pessoa que vive nos padrões da confiança e honestidade consegue ultrapassar com mais facilidade as contrariedades e reconhecer com mais destreza as áreas onde poderá melhorar.

“Toda pessoa desonesta não tem paz de espírito”

“Você conhece alguém de sucesso desonesto? Não existe. Sabe por quê? Porque toda pessoa desonesta não tem paz de espírito, não tem consciência limpa. É uma pessoa intranquila, é uma pessoa desequilibrada. Todos os desonestos têm algo em comum: são desequilibrados, não têm paz, são pessoas inseguras, são pessoas quem sempre têm que lembrar o que falaram ontem, porque o que falaram ontem não era a verdade”, destaca o bispo Júlio.

É certo que Beran abriu mão da disputa olímpica, algo para o que vinha se dedicando havia anos. Todavia, ele manteve a sua honra. É possível que alguém percebesse o engano do juiz analisando as imagens posteriormente, o que desacreditaria Beran por toda a sua carreira. Ele não permitiu que isso acontecesse.

“Quando você é honesto, você tem uma dignidade, você tem uma honra, e isso vale mais do que toda a fama, todo o dinheiro, todos as joias e mansões e carros de luxo e viagens. Meu amigo, não abra mão da sua honestidade, ela tem um grande valor. Ela vale tanto, mas tanto, mas tanto, que não tem um preço fixo”, alerta o bispo.

Em uma série de vídeos intitulada “12 Dicas para o sucesso”, ele ressalta que toda pessoa de sucesso é honesta. “Ela é honesta para consigo própria, ela é honesta para com os seus e é honesta com todos os que estão ligados a ela.”

Assista ao vídeo abaixo e veja a opinião completa do bispo Júlio Freitas sobre honestidade:

Compartilhe nas redes sociais.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente