eb3c52f78ce3362254213324871c7984 O poder da oração dentro dos presídios - Universal.org

O poder da oração dentro dos presídios

Por Sabrina Marques / Foto: Cedidas

Todos os anos ouvimos, vemos ou lemos notícias de que dentro dos presídios brasileiros acontecem rebeliões. Somente no ano de 2017, mais de 6 unidades prisionais no País tiveram que enfrentar uma verdadeira guerra entre facções. Dentre elas estava o Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) em Manaus, onde 56 presos morreram. A rebelião no Compaj só foi superada em número de mortos pelo chamado Massacre do Carandiru, no qual 111 detentos foram mortos em 1992.

Já em meados de janeiro aconteceu uma rebelião no estado do Piauí. Após a morte de um detento dentro da Penitenciária Irmão Guido, outros presidiários revoltados tentaram se rebelar e chegaram a afrontar a direção da unidade.

Mas, antes mesmo que o pior acontecesse, voluntários da Universal foram chamados pela direção do local para intervirem e orarem por todos os detentos, para que ali o Poder de Deus Se manifestasse e todos se acalmassem.

“No dia seguinte, nos dirigimos ao presídio para realizar a oração e também com a proteção do Salmo 91. Mesmo com a autorização do diretor para entrarmos no presídio, os agentes penitenciários diziam que estávamos loucos e que não nos garantiam nenhuma proteção. Porém, entramos com fé e a Palavra de Deus; reunimos na oração cerca de 500 homens que estavam extremamente abalados com o ocorrido. Fizemos a oração com todos, entregamos o protetor do lar, Salmo 91, e no mesmo instante vimos o Poder de Deus acalmar aqueles homens, bem como o presídio inteiro”, disse o bispo Souza, responsável pelo trabalho do UNP em Teresina, capital do Piauí.

E completou: “ O ambiente prisional é de apreensão, e é claro que para nós foi um desafio, porém, usamos a fé e, como homens de Deus, entramos sem medo, pois o nosso objetivo é salvar almas, seja qual for o lugar”, finalizou.

A importância da oração e de estar no Esconderijo do Altíssimo

“Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.

Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei. Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação”. Salmos 91. 14 ao 16

O Esconderijo do Altíssimo é o Altar, o lugar onde Deus guarda e protege aqueles que pertencem a Ele. Isso significa que, quando a pessoa deposita a sua vida no altar, ela tem a proteção do Altíssimo, e assim a sua oração também passa ser atendida.

“Por isso vos digo que todas as coisas que pedirdes, orando, crede receber, e tê-las-eis. ” Marcos 11.24

Abrigo do Altíssimo

Desde o dia 1º de janeiro milhares de pessoas, dentro e fora dos presídios, estão vivendo o propósito dos 91 dias para a busca da proteção sob o Esconderijo do Altíssimo. O propósito vai até o dia 1º de abril.

Se você ainda não está vivendo essa fé dos “91 dias no Abrigo do Altíssimo, aproveite a oportunidade para participar. Compareça em uma das reuniões no Templo de Salomão na Avenida Celso Garcia, 605, Brás, zona leste da capital paulista, ou em uma Universal mais próxima de sua casa.

Caso queira mais informações sobre o trabalho do grupo Universal nos Presídios (UNP), acesse e curta o perfil oficial do responsável geral, bispo Eduardo Guilherme e conheça as ações realizadas por todo o País.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaela Dias, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 2392-3372

Endereço: Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000