O espírito e a fé nunca envelhecem

Por Michele Roza / Fotos: Marcelo Alves

Em outubro é celebrado no mundo todo o Dia Internacional do Idoso, data instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) a ser lembrada no primeiro dia do mês. No Brasil, o 1º de outubro também é comemorado com o Dia Nacional do Idoso, desde 2006, devido à instituição do Estatuto do Idoso.

Pensando nisso, o Calebe realizou no último sábado desse mês, 28 de outubro, um grande evento que reuniu milhares de voluntários e idosos, em todo o Brasil e em outros 30 países, a fim de oferecer bem-estar e assistência social, além de apoio material e espiritual a todos os participantes.

A fé nunca envelhece

Em São Paulo, na regional de Itaquera, zona leste da cidade, o evento reuniu mais de 9 mil pessoas. Cerca de 700 voluntários, entre obreiros e profissionais de cada área de atuação, realizaram aproximadamente 5.500 atendimentos.

O bispo Danilo Sgambatti, responsável pelo grupo Calebe no Brasil, esteve presente e falou sobre a importância do evento.

“A importância desse trabalho é justamente suprir a solidão e o desprezo que podem acometer os idosos. O grupo Calebe devolve a autoestima deles por meio dessas atividades, porque eles voltam a se exercitar, colocam talentos em prática nas aulas de artesanato, no canto, na dança. Pessoas com 70, 80 e até mais de 90 anos que encontraram alegria e paz, voltando ao convívio com outras pessoas e com a sociedade. O grupo dá essa oportunidade de ouvir e ser ouvido, porque uma das coisas que o idoso mais quer é ter alguém que ouça as histórias que ele tem para contar sobre as suas experiências de vida. Nós temos paciência e carinho com eles. E, acima de tudo, lutamos com eles pela parte espiritual, alguns passaram a vida toda sem conhecer a Deus, e aqui têm a oportunidade da Salvação, pois, o espírito e a fé nunca envelhecem.”

Mudança de vida

O início do evento se deu com uma mensagem do bispo Edir Macedo enviada por vídeo e, em seguida, o bispo Danilo orou com todo os presentes pela libertação e pela família. A grande maioria dos participantes eram idosos e muitos deles integrantes do grupo, como a aposentada Maria da Aparecida da Conceição Abreu, de 65 anos, que está no Calebe há 5 anos e conta como a sua vida mudou desde então.

“Eu tinha um gênio muito forte, queria tudo do meu jeito e sofria muito com isso, chegando a ter depressão. Mas, quando conheci o grupo e comecei a participar das atividades do Calebe, recuperei totalmente a minha vontade de viver, alegria e disposição. Eventos com esse que participamos no sábado são muito importantes para estimular o convívio dos idosos com outras pessoas, pois, fazemos novas amizades, somos bem atendidos pelos profissionais e voluntários. Eu mesma convidei um grupo de pessoas para participar do evento comigo e é muito gratificante poder participar do grupo”, disse Maria.

O evento contou com diversos serviços oferecidos gratuitamente como atendimento jurídico para esclarecer questões de aposentadoria e pensões, por exemplo, e assistência social. Outras atividades também foram realizadas como ginástica funcional, dança e canto. Além de atendimentos de saúde como aferição de pressão arterial, medição de glicemia e oftalmologia, palestras com nutricionistas e fisioterapeutas sobre como envelhecer com saúde, manicures e cabeleireiras, e um bazar onde são expostos os trabalhos feitos artesanalmente pelos idosos que participam do projeto.

O grupo Calebe

O grupo Calebe, idealizado pelo bispo Edir Macedo em meados de 2012, hoje já está presente em mais de 20 países. Os voluntários do grupo reúnem-se frequentemente em ações e atividades que prestam auxílio, proporcionam alegria e oferecem os cuidados necessários às pessoas acima de 55 anos.

As atividades dos “calebes” foram iniciadas no Texas, nos Estados Unidos, se solidificando em 2012. Atualmente, o grupo está presente em diversos países e reúne pessoas da melhor idade que não estão dispostas a se entregar ao desânimo e ao cansaço provocados pelo avanço da idade.

Para mais informações sobre o Calebe, clique aqui ou acesse a página oficial do grupo no Facebook.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente