O Espírito de Deus e o espírito do mundo

Bispo Edir Macedo

 

Em o nome do Senhor Jesus Cristo, sejam abençoados todos os que creem!

Porque todos os que creem, aceitam, submetem e se entregam de corpo, alma e espírito nas mãos de Deus.

Então, sejam abençoados, você que crê, você que acredita, não importa se você merece ou não merece, não importa o que você fez ou deixou de fazer, o que importa é agora, neste momento; agora, neste exato instante. Se você crê, você recebe, se você não crê, então não recebe.

A bênção de Deus é para os que creem, e somente para os que creem. É como a própria Bíblia diz: “que o que não crê já está julgado, porque não crê no nome do Unigênito Filho de Deus, mas os que creem, estes serão salvos.”

E a palavra que Jesus determinou é esta: “Se alguém Me ama, guardará a Minha Palavra.” Quer dizer: “Se alguém Me ama, praticará a Minha Palavra, obedecerá a Minha Palavra, e Meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.” Quer dizer, a Santíssima Trindade, dentro daqueles que creem, que obedecem, que submetem suas vidas à Palavra de Deus, é a grandeza de Deus dentro de você.

Talvez você não creia tanto assim, não acredite tanto nessa gloriosa promessa, mas é o que o Senhor Jesus prometeu, foi Ele quem falou, não foram palavras de um apóstolo, de um profeta; não foram palavras de um homem simplesmente ungido, mas foram palavras do próprio Deus. “Aquele que Me ama guardará a Minha Palavra, e o Meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.”

Você sabia, minha amiga e meu amigo ouvinte, que enquanto o Espírito de Deus deseja, anseia viver e fazer morada dentro de você, o espírito do mundo, o espírito do mal, de Satanás, do sofrimento e da dor, também, tem o mesmo desejo?

Pois bem. Quando nós não temos o Espírito de Deus, é óbvio que temos o espírito do sofrimento, da dor, da angústia. Você me ouve neste momento coberto de chagas, coberto de problemas, de dívidas, de problemas sociais, econômicos, familiares; problemas de vícios, de saúde; problemas de toda sorte. E você sabia que o espírito do problema é o espírito do sofrimento, é o espírito do mal? Você sabia?

Porque quando a pessoa recebe o Espírito do Altíssimo, então essa pessoa tem paz, tem alegria, tem vida. Ela reflete o Espírito de Deus através da sua vida na vida de todas as demais pessoas. As demais pessoas podem não crer, não crer no mesmo Deus, na mesma Palavra, mas elas podem notar, perceber uma diferença de vida; ela tem paz, ela tem alegria, tem lutas, ela tem problemas, mas ela vai vencendo suas lutas, seus problemas a cada dia, como o pão nosso de cada dia, ela vai vencendo, vai conquistando.

Mas a pessoa que tem o espírito do sofrimento, o espírito da dor, da infelicidade, essa não. Essa, ela sofre hoje, sofre amanhã, e ela não tem perspectiva nenhuma de um dia melhorar. Ela está tão acostumada a sofrer que ela já deixou-se levar pelo vento da dor. Talvez seja essa a sua situação, talvez você esteja neste momento afogada, afogado nos seus dilemas, mas a mão de Deus continua estendida para você. Não importa. Você diz assim: “Mas e a minha religião?” Não importa a sua religião, não importa o seu credo religioso, a sua Igreja, o que você fez ou deixou de fazer de bom. A mão de Deus está estendida para todos os que creem, e os que creem são salvos, os que creem são atendidos, são alcançados pela compaixão Divina.

Minha amiga, meu amigo, aproveite enquanto você está vivo, vivo, porque enquanto há vida, há esperança, há chance de a pessoa ser salva, ser livre, ser alcançada, eleita pelo Altíssimo, porque ela tem a opção de escolha.

Você sabe minha amiga, meu amigo, que Deus é tão justo, que Ele permite que o mal viva à solta até o momento em que ele será julgado, para dar chance para que todos os que creem, façam a sua escolha, a escolha certa. Porque entre Deus e o mal, o espírito do mal, está você, está eu, está cada um de nós, e somente nós temos a capacidade, o direito, privilégio, de fazer escolha, ou pelo Espírito do Altíssimo ou pelo espírito do mal.

É claro que ninguém vai escolher o espírito do mal, mas quando a pessoa não aceita o Espírito de Deus, do Altíssimo, automaticamente ela se submete ao espírito do mal. É assim.

“Mas, eu não escolhi o mal!”

Eu sei que você não escolheu o mal, mas pelo fato de você ter negado o Espírito do Altíssimo, então, você está optando pelo espírito do mal, do sofrimento e da dor, e por isso você vem gemendo.

Mas se você agora, neste momento, como eu já disse, nesse exato instante, você aceita, acata, você crê, acredita, se submete, se entrega, se rende ao Espírito do Altíssimo, imediatamente Ele vem ao seu encontro, imediatamente, automaticamente. Mas tem que ser com sinceridade, tem que ser na pureza do seu coração.

Minha amiga, meu amigo, Deus não está com as Suas mãos fechadas para que não possam lhe salvar, nem os Seus ouvidos estão surdos para que não possam ouvir.

Você se lembra? Aqui para nós, você se lembra daquele dia em que você estava no fundo do poço, sofrendo horrores, e você disse assim, você disso para si mesmo: “Eu não creio em Deus. Eu não acredito, eu não posso acreditar que Deus existe, porque se Deus existisse (você disse), Ele veria a minha situação, porque eu estou no desespero, eu não tenho o que fazer, eu não sei o que fazer, eu não tenho opção, eu estou num buraco sem saída. Se Deus existisse Ele me veria, Ele me estenderia a mão e me livraria dessa situação.”

Pois bem, Deus ouviu aquele seu lamento, Ele ouviu, e hoje, agora, nesse momento, Ele responde para você: “Eis-me aqui. Se você crer em Mim, então, eu e o meu Pai, mais o Espírito Santo, viremos e faremos morada dentro de você.”

Você crê? Então, se você crê, aí mesmo onde você está – se você estiver sozinho, ótimo, Se você não estiver sozinho, procure um lugar onde você vai dobrar os seus joelhos e vai falar o que você sente, porque nós vamos colocar uma bela faixa musical e, enquanto essa música estiver tocando, você vai falar com Deus e Deus vai responder a sua oração.

(*) Música

Minha amiga, meu amigo ouvinte, eu estava pensando aqui com os meus botões, quantas pessoas neste momento estão sendo visitadas pelo Espírito Santo? Quantas pessoas neste instante? Pessoas que estão nos hospitais, clínicas, presídios, pessoas que estão perdidas por este mundo afora, seja nos palácios, ou nos barracos, não importa, para Deus não há barreiras, Ele entra onde há um coração aberto. Ele entra e faz a sua Obra onde há crença, há fé, porque a fé atende a vontade de Deus.

Deus abençoa, se agrada daqueles que manifestam a fé. Então, a partir do momento que a gente manifesta a fé, Ele se manifesta na nossa vida, porque a fé dispensa, apaga, neutraliza o poder do pecado, o poder das injustiças, dos erros; a fé supera tudo isso e faz com que haja uma combinação entre Deus e a pessoa arrependida, a pessoa contrita. E é isso que eu creio que está acontecendo nesse momento, graças a Deus!

Minha amiga, meu amigo, eu quero falar para você que neste dia 29 de janeiro, a última 5ª feira deste mês, nós começamos o Jejum de Daniel. Serão 21 dias, três semanas de jejum.

“Por que o Jejum de Daniel?” - Pergunta muita gente.

É simples, Daniel era um profeta, era um homem de Deus, puro, era um homem que tinha sua vida voltada para Deus, ele fez do Senhor Seu Deus a prioridade na sua vida. Sobre tudo o que ele fazia, ele queria agradar ao Senhor. E um dia – ele nem precisava, devido à sua vida santa, consagrada, dedicada ao Senhor – ele cismou de fazer um jejum de 21 dias, não em favor da sua vida, não em favor dos seus interesses, não em favor da sua família, mas em favor da sua nação, do seu povo. Porque ele via que o seu povo estava sofrendo horrores nas mãos dos inimigos, seu povo era escravo e ele não podia fazer nada, salvo orar.

Então ele entrou num propósito de 21 dias de oração e jejum em favor de pessoas que ele nem conhecia, mas ele se dispôs a orar, a clamar e a jejuar em favor do seu povo, e Deus imediatamente enviou um anjo para vir ao encontro de Daniel. E sabe o que aconteceu? O anjo foi enviado, mas não chegou até Daniel no 1º dia.

Por quê? Porque houve um príncipe do inferno, uma potestade, um principado daquela região que oprimia o povo de Israel, que interceptou o anjo de Deus.

Você pergunta: “Mas bispo, como é que pode um principado do inferno impedir um anjo de Deus de vir ao encontro da gente?

Eu não posso explicar, porque eu não sei minha amiga, meu amigo, mas Deus permitiu que esse fato acontecesse para que nós pudéssemos aprender. Eu sei que enquanto Jesus não tinha vindo, então esse príncipe do inferno tinha autoridade aqui na Terra sobre até mesmo alguns anjos, mas quando Jesus veio a esse mundo e venceu a morte, Ele derrubou a autoridade dos principados, potestades, dominadores, e forças espirituais do mal. Então agora não tem principado que possa resistir a quem é de Deus, quem crê no Deus vivo; não há principado do inferno, nem Satanás, nem o inferno inteiro pode com aqueles que têm a sua vida dedicada ao Senhor Jesus.

Mas, naquela altura, o anjo teve dificuldades para chegar até Daniel. Então, um outro anjo, o arcanjo, veio e ajudou aquele anjo, e aquele anjo então pôde chegar até Daniel. Mas só chegou 21 dias depois, e ele disse para Daniel: “Olha Daniel, no princípio das tuas orações, foi despachado, foi determinado eu vir, mas o principado da Pérsia me amarrou, me impediu de chegar até você, então, eu estou chegando agora, estou chegando neste momento, mas eu já era para estar aqui há 21 dias, para lhe trazer a resposta.”

Que maravilha, né? Você vê como é que Deus é maravilhoso, né? Hoje minha amiga, não há principado que possa interceptar qualquer anjo de Deus. O anjo menorzinho celestial é capaz de chegar até onde você está e lhe ajudar, imediatamente. Ele não tem que esperar 21 dias, ele não tem quem possa barrar-lhe o caminho.

Por quê? Porque aquele que crê no Senhor Jesus é salvo, aquele que crê no Senhor Jesus tem a porta aberta de entrada do trono de Deus, e não há quem possa interceptar.

Portanto, eu creio que muitas pessoas tenham sido visitadas pelo Espírito Santo neste momento. Então, se você quiser mais dessa unção, mais dessa presença, mais da presença do Espírito do Altíssimo, nós vamos unir-nos no Jejum de Daniel a partir do dia 29, e estaremos 21 dias, não de jejum de água, nem de comida, mas num jejum mais violento, é um jejum de informações.

Nós vamos deixar de beber das informações deste mundo, nós vamos deixar de beber de notícias, de novelas, de entretenimento, de internet, nós vamos deixar de beber de tudo que o mundo alimenta os seus filhos. Nós vamos nos excluir deste mundo em espírito, nós vamos nos abster de tudo o que impede o nosso relacionamento completo e total diante de Deus.

Se você quiser minha amiga, meu amigo ouvinte, você pode também participar, a partir deste dia 29.

Então, se você quiser participar, não é fácil. São 21 dias em que eu vou deixar de assistir televisão, jornais, vou deixar de ler qualquer outro livro, eu vou deixar de ler qualquer livro secular – eu já não leio mesmo –, eu vou me excluir deste mundo, eu vou deixar de assistir qualquer esporte, eu vou deixar de ser participante deste mundo para ficar totalmente imerso no Espírito de Deus.

Se você quiser participar conosco, a partir do dia 29.

Uma coisa: você talvez diga assim: “Mas bispo, eu estudo, eu trabalho com notícias, eu trabalho na internet, eu sou obrigado a ver notícias na internet porque eu trabalho nisso.”

Nesse caso você tem que fazer isso: você trabalha, você estuda, nesses momentos você  vai fazer o que você tem que fazer, você não pode evitar, não é verdade?

Mas, o que você puder evitar de informações para estar mergulhado no Espírito de Deus, faça-o, para o seu próprio bem, tá bom?

Você pode, por exemplo, uma sugestão: nós temos o meu blog, todos os dias você pode entrar no meu blog, tem uma notícia, tem uma informação espiritual, tem testemunho de fé, tem sempre uma mensagem que vem ao encontro das pessoas. Se você não quiser o meu blog, você pode entrar na página da IURD, na página do Portal Universal, você pode assistir no Canal 21 o dia inteiro o Evangelho, ou no canal da CNT o dia inteiro, 24 horas, você pode assistir, sempre você vai ser estimulada à fé.

Então, existe o Jornal a Folha Universal, tem a Rede Aleluia, que tem música, mensagem, enfim; sempre há no que você se apoiar para manter esses 21 dias em jejum, o Jejum de Daniel. Mas você tem que querer naturalmente.

E eu queria que você prestasse atenção neste testemunho, veja só o que aconteceu na vida dela:

(**) Testemunho 

Nós vamos ficando por aqui, e amanhã estaremos de volta neste horário e nesta emissora. Eu apenas quero que você saiba que Deus é com você enquanto você é com Ele. Deus é comigo enquanto eu sou com Ele. Se eu O abandonar, Ele também me abandonará, é assim que funciona, é toma lá da, cá.

Então, vamos cultivar essa fé que nós recebemos, como a menina dos nossos olhos, vamos guardá-la, protegê-la, porque dela depende a nossa Salvação.

Deus abençoe a todos e até amanhã nesse horário e nessa emissora!

(*) (**) Assista ao vídeo para ouvir a música e ver o testemunho

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente