“Nunca tivemos oportunidade de nos conhecermos pessoalmente”

Por Lorrainne Silva / Foto: Fotolia

Você já se interessou por alguém e por receio de se declarar achou melhor não se aproximar da pessoa? Nesta semana, Renato e Cristiane Cardoso, do A Escola do Amor Responde, dão dicas para ajudar a aluna Kelly Rita. Ela gosta de um rapaz há cinco anos, mas não sabe como se aproximar dele. Um amor platônico e que a deixa indecisa. Confira as orientações do casal

Kelly Rita – Gosto de um rapaz e me sinto atraída por ele. Estudamos na mesma universidade há cincos anos, mas nunca tivemos oportunidade de nos conhecermos pessoalmente. Somos apenas amigos pelo Facebook. O que fazer nessa situação?

Cristiane – Kelly, se vocês são amigos no Facebook, obviamente já têm um laço de amizade, por mais que vocês não tenham conversado pessoalmente. Não vejo nada de errado em você conversar com ele sobre algum assunto interessante e que os aproxime. Isso não quer dizer que você está sendo uma mulher fácil. Você não vai se declarar, apenas vai conversar para conseguir saber mais a respeito dele.

Renato – Vai arrumar uma desculpa para se aproximar dele.

Cristiane – O que não pode é ficar nos extremos: se tornar alguém muito fácil, que já chega se declarando para a outra pessoa; ou não falar nada, não se aproximar. É preciso lembrar que deve existir o meio-termo. Você não pode ter medo de fazer esse contato sem compromisso nem de receber um não. Não deve ter receio de fazer o contato e a pessoa não mostrar interesse. Se isso acontecer, ao menos você já sabe que ele não é uma opção para você. Hoje em dia as pessoas têm muito medo de fazer esse contato, de adotar certos passos importantes, porque não querem receber uma resposta negativa. Às vezes, pensam que estariam se humilhando diante da outra pessoa.

Renato – Kelly, você tem que encontrar uma forma de se aproximar deste rapaz. Ficar próxima sem necessariamente se declarar. O assunto pode ser algo que tenham em comum, um lugar ou um amigo ou uma amiga que ambos conheçam, uma atividade de que gostem. Já que ele está no seu grupo na rede social, você consegue ver os lugares que ele frequenta, por exemplo. Enfim, você deve fazer essa aproximação e, se não for rejeitada por ele, se aproxime pela segunda vez, até chegar perto o suficiente e ficarem mais próximos um do outro, você ficar mais confiante e conseguir fazer amizade com ele. Você não pode ficar nesse amor platônico por cinco anos, gostar de uma pessoa e não fazer nada para se aproximar dela e resolver essa questão. Não dá para você ficar simplesmente esperando que a pessoa adivinhe que você existe ou que você gosta dela. Você precisa se aproximar.

Para saber mais como resolver os problemas da vida amorosa, participe das palestras da Terapia do Amor, todas às quintas-feiras, em uma Universal mais próxima de você. A cada palestra, casais, noivos, namorados e solteiros aprendem sobre o amor inteligente e como desenvolver o relacionamento a dois.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach e Eliana Caetano

Editora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Maria do Rosário, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 3321-5244

Endereço: Rua dos Missionários, 139, Santo Amaro - São Paulo (SP)

Cep: 04729-000