"Não tem como sair algo bom de uma comparação"

Por Flavia Francellino / Foto: Fotolia

Basta ver a propaganda daquele cosmético revolucionário, em que a atriz exibe um rosto sem rugas e uma pele de pêssego, muitas vezes retocado em um programa de tratamento de imagem, que lá está você na loja comprando o creme supostamente milagroso. Um detalhe: o produto acaba antes mesmo de você quitar as parcelas de seu cartão de crédito e não tira suas rugas de jeito nenhum.

Se você olha no Facebook ou Instagram e se depara com a foto daquela atleta do momento, que tem um corpo escultural, sem nenhuma celulite para contar história, já começa a fazer dietas malucas ou a viver durante alguns dias de alface, água, shakes e exercícios sem acompanhamento de um profissional. Afinal, você precisa a todo custo ter as pernas tão lindas quanto as da atleta top, que está recebendo várias curtidas nas redes sociais. Tudo bem, você pode até discordar de mim ao ler isso tudo, mas sabe que, se não for bem assim, está bem perto de ser.

Muitas mulheres não percebem, mas se comparam o tempo todo, às vezes com outras mulheres e outras consigo mesmas, só que em outras fases da vida.

Apenas maquiagem

É de extrema importância cuidar de nosso corpo, da pele, ter uma alimentação balanceada, praticar exercícios, mas também é necessário saber que cada mulher tem sua particularidade e sua beleza e que a beleza dos outros nem sempre é o que parece.

Um fato, divulgado no site da revista Elle, reforça a ideia e exemplifica como a beleza pode estar disfarçada com muitos retoques e procedimentos estéticos. Na matéria, a youtuber de beleza Gina Shkeda respondeu a um comentário de uma seguidora, de forma descontraída, em sua rede social. Na mensagem, a garota dizia que se pudesse “acordar tão linda quanto Gina, seria a menina mais feliz do mundo” e Gina rebateu: “CGarota, minhas sobrancelhas são micropigmentação, tenho extensões nos cílios e preenchimento nos lábios. Eu não sou assim. Você é linda”.

Melhor de quem?

Um dos grandes problemas que vemos hoje em dia são mulheres que não conhecem seu valor ou não sabem como se valorizar. E a razão dessa desvalorização, muitas vezes, não vem de outras pessoas, mas delas mesmas, como acredita Nanda Bezerra, autora do livro Mais Bonita em 40 Dias (Editora Thomas Edison).

Tanto na publicação como em sua série de vídeos sobre o assunto (disponível no blog que leva seu nome), a escritora comenta o pensamento que muitas têm de querer ser quem não são ou o desejo de estarem no lugar de outra mulher. “Se Deus teve todo o trabalho de criar a mim, de criar a você com um DNA único, porque, então, queremos ser como a fulana de tal?”, questiona.

Para Nanda, quando nos comparamos, deixamos de valorizar a nossa própria essência. “O pensamento de que a outra é melhor tira nossa beleza. Essa comparação traz insegurança. Não tem como sair algo bom de uma comparação: ou você se eleva ou você se rebaixa”, expõe.

Fica difícil ser o melhor de você se comparando a toda hora com beltrana, com a vizinha do sexto andar e até mesmo com aquela celebridade do outro lado do planeta que você nem sequer viu pessoalmente.

Quando você se compara, você procura ser o melhor de quem? Porque de você obviamente não é. Seja o melhor de você assumindo e amando quem você é de fato. Isso inclui seus cabelos crespos, lisos ou cacheados, a cor de sua pele, seu biotipo, seus pontos fortes e tantas outras questões.

O Godllywood visa auxiliar mulheres em toda e qualquer situação, desde que ela deseje realmente ser auxiliada e moldada para uma mulher melhor. Conheça mais sobre o grupo e saiba como participar dos projetos clicando aqui.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach e Eliana Caetano

Editora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Maria do Rosário, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 3321-5244

Endereço: Rua dos Missionários, 139, Santo Amaro - São Paulo (SP)

Cep: 04729-000