Não deixe que a pressão atrapalhe seu rendimento

Por Ana Carolina Cury / Foto: Fotolia

Vivemos dias de extrema competição. As empresas lutam para reduzir custos e ao mesmo tempo aumentar a produtividade. Só que, quando essa exigência não é administrada de maneira eficaz, o desempenho da equipe cai e logo o estresse e outras doenças da modernidade ganham espaço. Por isso, é preciso saber como lidar com essa realidade de forma positiva.

Em primeiro lugar, é necessário entender que a pressão é algo normal. “Todas as empresas buscam um resultado financeiro positivo, sendo assim, é fundamental planejamento e ele deve ter datas a serem cumpridas. A pressão em qualquer trabalho é essencial, o que pode mudar é como cada empregado lida com sua organização profissional”, explica a consultora e palestrante na área de gestão de pessoas e carreiras Tarsia Gonzalez.

Então, se você é funcionário e tem sofrido por causa das cobranças do seu gestor, fique atento a algumas dicas para conviver bem com isso. “Existem alguns pontos de atenção para que o trabalhador aprenda a superar a pressão do dia a dia, como estar sempre em dia com a saúde emocional e mental, ter uma qualidade de vida que lhe de condições para responder às necessidades do mercado, tirar férias anualmente, ter boas noites de sono e boa alimentação, saber se planejar em todos os aspectos para ter sucesso em suas demandas e ter sabedoria para lidar com o mundo dos negócios”, detalha a especialista.

Se mesmo depois de tudo isso ainda se sentir pressionado, é importante saber pedir ajuda. A pressão pode estar passando dos limites quando você percebe que mesmo que se organize não consegue solucionar os problemas. Neste momento é necessário revisar os processos para identificar se a pressão do mercado está maior porque houve um aumento do consumo, se existem poucas pessoas para executar as tarefas ou se você não tem a estrutura necessária para desenvolver o seu trabalho.

Tarsia ressalta que não há problema em conversar com o superior sobre o excesso de demanda. “Pedir auxílio nos torna mais humanos e mais capazes de enfrentar situações de crise e de conflito e nos faz crescer. Em um mundo em que todos querem disputar quem é o melhor, saber pedir ajuda é algo para pessoas verdadeiras e que realmente sabem que no fim somos todos iguais. Então, se isso acontecer com você, mantenha a calma. Crie um plano de ação com seu gestor e mãos à obra”, diz.

Os empresários

No mercado atual a transparência e os posicionamentos estratégicos devem estar claros para as empresas, os gestores e os empregados. A consultora lembra que o mercado dita a velocidade das empresas e a forma de lidar com a pressão depende do momento econômico que cada país está passando. “O empresário tem de estar pronto para trabalhar em velocidade normal e, se necessário, ter respostas rápidas. Para lidar com a mudança ‘de pressão’ no trabalho, ora normal, ora mais ativa, deve-se buscar entender o que se passa em sua empresa e adotar uma comunicação clara e direta”, orienta.

Como empresária e gestora, a especialista prefere trocar a palavra pressão por prazos. “Estes sim são muito positivos, uma vez que transmitidos a toda equipe de uma forma transparente faz com que todos percebam sua necessidade e sua importância nos resultados da companhia. Por isso, é fundamental ouvir todo o time, reconhecer os talentos individuais e “lincar” cada um deles de acordo com a necessidade da empresa. Em tempos de crise, para se buscar a produtividade máxima, é importante ter grupos fortes e colaborativos e trabalhá-los de forma que estejam sempre motivados e satisfeitos. Dessa forma, eles não perderão a produtividade necessária”, aconselha.

Os resultados

Segundo um estudo da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), os transtornos mentais atribuídos ao sofrimento no trabalho são a segunda causa de afastamentos temporários no Brasil. E um dos principais fatores que contribuem para esse sofrimento é a pressão somada às horas extras.

“As empresas precisam de seus clientes. No entanto, a base de tudo são as pessoas que realizam os serviços necessários. Estamos vivendo um mundo em transformação, em que todos têm o mesmo objetivo e, para alcançá-lo, precisamos criar dentro de cada empresa uma única força para enfrentarmos esse momento difícil”, conclui Tarsia.

A agilidade exigida pelo mercado, somada à necessidade de crescer na carreira, faz com que os profissionais tenham que atingir objetivos e metas com tempo cada vez mais reduzido. Mas não se deixe consumir por esse mercado. O profissional bem-sucedido é aquele que tem equilíbrio. Afinal, de que adianta ter a conta-
corrente repleta de dinheiro e o coração cheio de solidão e depressão?

Quer aprender a enfrentar as dificuldades do mercado de trabalho e se tornar uma pessoa vencedora? Então, não perca o Congresso Para o Sucesso, que acontece às segundas-feiras, no Templo de Salomão. Para encontrar uma Universal mais próxima de você, acesse www.universal.org/enderecos.

Caso queira adquirir o livro “50 Tons Para o Sucesso”, que contém dicas para a vida profissional e financeira, acesse o Arca Center, clicando aqui.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente